RSS

Arquivo mensal: maio 2011

NOTÍCIAS CULTURAIS

O XIII FICA acontece de 14 a 19 de junho de 2011

de 14/6 a 19/6 · GoiásGO
O XIII Festival Internacional de Cinema Ambiental (FICA) acontece de 14 a 19 de junho.

Imagine uma cidade histórica que se tornou berço cultural do seu estado e palco de um dos mais importantes acontecimentos do calendário cinematográfico mundial. Esta cidade é Goiás. E o acontecimento é o FICA – Festival Internacional de Cinema Ambiental, que já está em sua 13ª edição.

É um festival de cinema, mas vai além do cinema. É uma confluência de Cultura, Meio Ambiente e Cidadania. Um encontro com a música, o teatro, a dança e a literatura. A velha capital de Goiás e sua história contada pelas fachadas das casas, pelas padieiras das portas, pelas marquises, pelo itinerário de pedra, becos e ladeiras, vira cenário de discussões acerca do desenvolvimento sustentável e da relação homem versus natureza.

A iniciativa do projeto foi do Governo do Estado de Goiás, por meio da Agência Goiana de Cultura (Agepel), e teve como objetivos iniciais, lá em 1999, a valorização do cinema, a partir da discussão da questão ambiental, a conquista do título de Patrimônio da Humanidade para a Cidade de Goiás, o incremento do setor cultural e o fomento ao turismo.

Este ano, o FICA conta com a participação de 21 estados brasileiros e 50 países, fato que confirma o prestígio do evento no Brasil e no exterior.

Além dos debates do Fórum Ambiental com as mesas-redondas “Rio + 20: Avanços e Desafios”, “Consequências climáticas na conservação do Patrimônio Histórico” e “História e cultura ambiental no Brasil”, o FICA oferece os cursos “Cultivo de plantas do Cerrado”, “Recuperação de nascentes” e “Gestão de resíduos sólidos em pequenas comunidades”.

Outro atrativo do XIII FICA é a Mostra da ABD – Associação Brasileira de Documentaristas (seção Goiás), que promoverá mostras paralelas, com premiação das obras, debates, fóruns, conferências, lançamentos, shows, exposições e cursos de cinema.

O XIII FICA acontecerá de 14 a 19 de junho, na Cidade de Goiás.

Para maiores informações:
(62) 3201-9857

FONTE: overmundo
TWITTER 
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/05/2011 em Uncategorized

 

Tags:

PELOMUNDO CULTURAL

ARTISTAS BAHIA E SÃO PAULO PROJETO ASIA 70

31-05-2011 – Fátima de Carvalho

Leonel Mattos

Obras de um dos participantes: o Baiano Leonel Mattos

O Projeto Asia Arts 70 recebe a exposição ‘Intercâmbio Bahia e São Paulo’, com obras de artistas dos dois estados, entre eles Caciporé Torres, Ivald Granato, Antonio Peticov, Anapana, Claudia Simões, Ju Corte Real, Guilherme de Faria, Renot, Luiz Cavalli, Leonel Mattos, Cesar Romero, Bel Borba, Sante Scaldaferri, Vauluizo Bezerra, Gustavo Moreno, Sergio Rabinovitz, Juraci Dorea e Almandrade 

Curadores: Anna Anapana Martins Ferreira e Leonel Mattos

ONDE: Brooklin Novo: Praça Procópio Ferreira, Rua Domingos Andrade, s/nº
tel. (11) 5506-4903 – São Paulo/SP

quando ir: 01/6/2011 a 02/7/2011

quanto custa: GRATUITO

website: http://www.asia70.com.br

contato: Anna Anapama Martins Ferreira

Fonte: overmundo – Cintia Thome

O GRANDE MESTRE MÁRIO GRUBER – EXPOSIÇÃO SÃO PAULO

galeria22

Exposição dia 02 a 15 de Junho de 2011 na Galeria 22
O GRANDE MESTRE MÁRIO GRUBER
Mário Gruber, artista plástico, estará expondo na Galeria 22 a partir do dia 01 de junho de 2011, na Galeria 22 sob Curadoria de Reinaldo Marques, com obras da Série ‘FantasiadosGruber , o artista sem fronteirasMário Gruber é um artista de múltiplas especialidades: pintor, ceramista, cenógrafo, fotógrafo, gravador e professor.

Mário Gruber faz da gravura, por sua possibilidade replicante, a mensageira de seu olhar sobre a arte, ao propor uma nova ordem no fazer e no pensar, ao utilizar-se de aparente figuração para fundir a modernidade à contemporaneidade.

Provoca um dialogo constante entre gerações: tempo e espaço, vanguarda e não vanguarda, arte do passado e do presente. Nega estilos e técnicas, nega a divisão entre abstrato ou figurativo.

Mário Gruber faz uma arte do futuro com valores do passado e do passado com valores de futuro, uma arte sem fronteiras onde o homem e seu cotidiano não estão retratados e sim representados graficamente pela vivencia poética e pela forma criadora do artista.

BIOGRAFIA MÁRIO GRUBER

Mário Gruber Correia (Santos SP 1927), autodidata em pintura, inicia seus trabalhos em 1943. Três anos mais tarde, em São Paulo, estuda com o escultor Nicola Rollo na Escola de Belas Artes de São Paulo, e passa a pintar em praça pública, quando trava contato com Mario Zanini e Bonadei. Trabalha com Di Cavalcanti e estuda gravura com Poty, durante 1948. Com bolsa de estudos do governo francês viaja, em 1949, para Paris, onde estuda na École Nationale Supérieure des Beaux-Arts com Édouard Goerg. Ao retornar para o Brasil, funda o Clube de Arte, em Santos, e leciona gravura na Escola de Artesanato do Museu de Arte Moderna de São Paulo, entre 1951 e 1953. Neste ano, trava contato, em Santiago do Chile, com o muralista Diego Rivera, que lhe transmite ensinamentos sobre materiais e técnicas da pintura mural. Funda a União dos Artistas Plásticos de São Paulo em 1956. Entre 1961 e 1964, leciona gravura em metal na Fundação Armando Álvarez Penteado. Na década de 70, monta oficina onde trabalham vários artistas, entre elesWesley Duke Lee Frederico Nasser. Dedica-se em especial à calcografia e produz edições de gravura em metal na Impremérie Georges Leblanc, Paris. A partir de 1979, monta ateliê em Nova York, quando divide suas atividades entre esta cidade, Paris e São Paulo. Em 1982, é homenageado com o curta-metragem ‘A Arte Fantástica de Mário Gruber’, de Nelson Pereira dos Santos, 2010.

Informações/fontes
Galeria 22
e Fernando Durão – Artista Visual

Fonte: overmundo
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/05/2011 em Uncategorized

 

Tags:

PELOMUNDO CULTURAL

TEXTOS DA LITERATURA BRASILEIRA NO FESTAN

28-05-2011 – Fátima de Carvalho

A programação do Festival de Teatro das Agulhas Negras vai até sábado, dia 28/05 (hoje).
A peça A Igreja do Diabo, apresentada na noite de ontem na Arena Cultural, levou ao público de Quatis o primor do texto de Machado de Assis – o espetáculo é uma adaptação livre de um conto homônimo do autor. Com os olhares atentos de uma platéia de mais de 500 pessoas, a companhia Bocaccione, de Ribeirão Preto, encenou a hilariante história de uma Igreja fundada pelo Diabo, que idolatra os defeitos humanos e onde todos os pecados são permitidos.Nesta quinta-feira, às 20h30, é a vez da companhia Toupp Pás D´argent, do Rio de Janeiro, subir ao palco com Cidade das Donzelas. A peça, escrita em formato de Literatura de Cordel, conta a trajetória de Carolino, que chega à cidade das Donzelas, no meio do Sertão, e toma conhecimento de que ali não existem homens e apenas mulheres muito feias. E que as tais mulheres feias assassinam todos os homens que aparecem no local. “A peça foi escrita e dirigida por Marcela Rodrigues, e lembra muito os textos de Ariano Suassuna”, disse o curador do Festival do Teatro das Agulhas Negras, Antônio do Valle.Amanhã, no mesmo horário, outro grande autor da literatura brasileira será encenado na Arena Cultural do Festan. O grupo Tecelagem, de São Paulo, montará Travessia, baseado nos contos reunidos em Sagarana e Primeiras Estórias, de Guimarães Rosa. A peça é um monólogo que se desenvolve a partir da narrativa de um contado de causos. A estória se ambienta no sertão de Minas Gerais, de onde um grupo de vaqueiros parte conduzindo a sua boiada. O espetáculo transita na força da oralidade, dos ritos, das cantigas e tradições, encontrando nesses elementos a força do sagrado.

O Festival de Teatro das Agulhas Negras é uma realização do Instituto Cultural Cidade Viva (ICCV) em parceria com a Prefeitura de Quatis, tem o incentivo do Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, patrocínio da MAN Latin América, e apoio das prefeituras de Itatiaia, Porto Real da câmara municipal e prefeitura de Resende.

onde fica
Resende, Quatis, Itatiaia e Porto Real
quando ir
26/5/2011 a 28/5/2011
quanto custa
Grátis
website
www.festan.com.br
Fonte: overmundo / P.Paralelo 
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/05/2011 em Uncategorized

 

Tags:

NOTÍCIAS CULTURAIS

DIVERSIDADE CULTURAL 

Unesco está recebendo inscrições para projeto de assistência técnica voltado à governança em Cultura

26-05-2011 – Fátima de Carvalho

A Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (Unesco) está recebendo inscrições, até 30 de junho, para o Edital de Consultoria de Especialistas para Fortalecer o Sistema de Governança da Cultura dos paises em Desenvolvimento. O Projeto, que integra a Convenção da Unesco sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, aprovada em 2005, tem como objetivo reforçar o papel da cultura como vetor para o desenvolvimento sustentável e a redução da pobreza. O concurso está aberto à participação de Ministérios, instituições e organismos públicos responsáveis pela cultura ou que tenham uma influência direta na governança da cultura nos países em desenvolvimento incluídos na lista dos beneficiários.

O serviço de consultoria de especialistas é um mecanismo que permite o rápido acesso a avaliações especializadas de alto nível para as autoridades públicas e instituições públicas, auxilindo-os na implementação de um projeto em curso ou de processo relacionado com a governança do setor cultural a nível nacional e/ou local.

Dentro do projeto estão previstas missões de assistência técnica (com duração máxima de 63 dias úteis) realizadas por especialistas na área das políticas culturais e com base nas necessidades e prioridades identificadas pelos países beneficiários, através de um processo de candidatura. O objetivo é apoiar os beneficiários em seus esforços para estabelecer marcos legais, regulatórios e/ou institucionais necessários ao desenvolvimento do setor da cultura em seus países, e introduzir políticas que tratam do papel da cultura no desenvolvimento social e econômico, particularmente por meio da promoção das indústrias culturais.

Para orientar o processo de elaboração das propostas, de que modo poderão ser feitas as inscrições e os critérios que serão determinantes para as propostas serem contempladas, a Unesco lançou recentemente a cartilha do projeto Consultoria de Especialistas para Fortalecer o Sistema de Governança da Cultura em Países em Desenvolvimento e que já está disponilizada (em português) no site do MinC para consulta na página de Observatório de Editais.

Para inscrever as propostas os interessados deverão baixar o formulário eletrônico da página: http://www.unesco.org/culture/en/culturegov. Os formulários de inscrição, preenchidos em inglês ou francês e acompanhados de documentos de apoio e das informações relevantes, devem ser enviados via e-mail, em formato RTF ou versão PDF, para: culturegovernance@unesco.org ou via fax para: 33(0)1 45 68 55 95.

A comissão julgadora levará em conta critérios como pertinência da iniciativa aos objetivos da Convenção para Proteção da Diversidade; a viabilidade do projeto; a efetividade, ou seja, quais os benefícios da proposta e sustentabilidade/capacidade da iniciativa prosseguir após o fim da consultoria.

Convenção

A publicação está diretamente ligada às metas da Convenção da UNESCO sobre proteção e a promoção da diversidade das expressões culturais. A Convenção é um acordo internacional que garante a artistas, agentes culturais, profissionais e cidadãos em todo o mundo, o diretito de criar, produzir, distribuir/divulgar e desfrutar de uma ampla gama de bens culturais, serviços e atividades, incluindo os seus próprios.

(Texto: Marcos Agostinho, Ascom/MinC)

Fonte: MinC                    

PRÊMIO RODRIGO MELO FRANCO DE ANDRADE

Edital, voltado às ações de proteção ao patrimônio, recebe inscrições até 8 de julho

Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC), órgão vinculado ao Ministério da Cultura, está recebendo, até o dis 8 de julho, inscrições dos interessados em participar de sua 24ª edição. O concurso foi instituído, em 1987, em homenagem ao seu primeiro dirigente e é concedido anualmente como reconhecimento às ações de proteção, preservação e divulgação do patrimônio cultural brasileiro que, em razão da sua originalidade, vulto ou caráter exemplar, sejam dignas de registro e reconhecimento público. O prêmio que é oferecido a empresas, instituições e pessoas de todo o país, é constituído de um troféu, um certificado e R$ 20 mil.

Esta edição, inserida nas comemorações do Ano Internacional do Afrodescendente, presta uma homenagem ao centenário de nascimento do artista plástico Carybé. O tema deste ano está ligado ao slogan “Igualdade racial é pra valer” lançado pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), no dia 21 de março, em solenidade que também foi marcada pelo lançamento do Ano Internacional dos Afrodescendentes.

Inscrições

As inscrições para a 24ª edição do prêmio poderão ser feitas nas Superintendências do Iphan em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. Cada ação só poderá ser inscrita em uma das sete categorias previstas no edital. O edital está à disposição nos sites www.iphan.gov.br e www.comprasnet.gov.br. Informações gerais podem ser obtidas no Departamento de Articulação e Fomento – DAF / Coordenação-Geral de Difusão e Projetos, em Brasília, SBN Quadra 02, Edifício Central Brasília, 2º andar – CEP: 70040-904. Telefones: (61) 2024.6199, 2024.6245 e 2024.6176. Fax: (61) 2024.6198. Endereço eletrônico:daf@iphan.gov.br

Os candidatos devem apresentar as ações na forma de dossiê, impresso em Word, sendo necessário agregar elementos iconográficos, audiovisuais ou qualquer outra espécie de material ilustrativo ou produtos que possibilitem a plena caracterização da atividade, tais como desenhos, fotografias, slides, mapas, cartazes, folhetos, revistas, livros, vídeos e CDs, dentre outros. É obrigatória ainda a apresentação de um resumo da ação, de, no máximo, duas páginas de 30 linhas. A partir daí, comissões presididas pelas Superintendências do IPHAN, em cada unidade federativa, promoverão a pré-seleção das ações correspondentes aos seus estados ou ao Distrito Federal. Em seguida, as ações pré-selecionadas serão encaminhadas à Comissão Nacional de Avaliação que divulgará o resultado final até o dia 19 de setembro de 2011, sendo que a entrega do prêmio se realizará em data e local a serem divulgados previamente.

As ações vencedoras serão incorporadas ao Arquivo Aloísio Magalhães, do Iphan, em Brasília, e as ações não vencedoras, também, salvo, se os responsáveis por sua inscrição, solicitarem sua devolução ao Departamento de Articulação e Fomento. Aos concorrentes não agraciados com a premiação nas sete categorias será concedido um certificado de participação.

As categorias previstas no edital são Promoção e comunicação; Educação patrimonial; Pesquisa e inventário de acervos; Preservação de bens móveis; Preservação de bens imóveis; Proteção do patrimônio natural e arqueológico Salvaguarda de bens de natureza imaterial. É permitida a candidatura das ações concorrentes e não vencedoras em edições anteriores do prêmio.

Os projetos premiados são independentes. Isto é, recebem reconhecimento e incentivo para dar continuidade ao trabalho que já estão realizando, mas eles não pertencem ao Iphan. Eles realizam atividades voltadas à preservação, divulgação ou valorização do patrimônio cultural, mas o Iphan não precisa, necessariamente, acompanhá-los. Eles são autônomos.

Rodrigo Melo Franco de Andrade

Rodrigo Melo Franco de Andrade nasceu em Belo Horizonte em 17 de agosto de 1898. Presidiu o órgão desde a sua criação, em 1937, até 1968. Advogado, jornalista e escritor, foi redator-chefe e diretor da Revista do Brasil. Na política, chefiou o gabinete de Francisco Campos e atuou na equipe que integrou o Ministério da Educação e da Saúde do governo Getúlio Vargas. O grupo era formado por intelectuais e artistas herdeiros dos ideais da Semana de Arte Moderna.

Carybé

Hector Julio Páride Bernabó ou Carybé, nasceu em Lanús, província de Buenos Aires, em 7 de fevereiro de 1911 e morreu em Salvador (BA), em 2 de outubro de 1997. Entre os anos de 1927 e 1929, frequentou a Escola Nacional de Belas Artes. Em 1957, naturalizou-se brasileiro. Foi pintor, gravador, desenhista, ilustrador, ceramista, muralista, pesquisador, historiador e jornalista. Fez cinco mil trabalhos, entre pinturas, desenhos, esculturas e esboços. Ilustrou livros de Jorge Amado e de Gabriel García Márquez. Uma parte da obra de Carybé se encontra no Museu Afro-brasileiro de Salvador.

Edição anterior

Em 2010, o conjunto de inscrições apresentadas ao prêmio somou 178 trabalhos. As ações ganhadoras foram selecionadas entre os 64 concorrentes que chegaram à segunda etapa de seleção, após passar pela pré-seleção realizada pelas comissões estaduais presididas pelas Superintendências do Iphan. Cinco estados do país foram representados pelos ganhadores: Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia e Minas Gerais – os dois últimos contaram com duas iniciativas premiadas. Entre os vencedores  da última edição, está o projeto de Sítio Arqueológico do Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos.

Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos

A antiga casa situada à Rua Pedro Ernesto nº 36, Gamboa (RJ), pertence ao casal Petrucio e Merced Guimarães. Em 1996, ao iniciarem uma reforma, descobrem, durante escavações  no local, grande quantidade de ossos. O casal fez contato com as autoridades e foi confirmado que o achado era de ossos humanos. A notícia mudaria a história de suas vidas. Realizada uma pesquisa, foi constatato que naquele endereço, em um dos livros de óbitos da Igreja de Santa Rita (Museu da Cúria), datado de 1824 a 1830, foram enterrados 6.122  jovens nativos, de até 25 anos, e crianças entre três e oito anos. Mas estima-se um número bem maior, de aproximadamente, 15 mil corpos de negros recém-chegados ao Brasil tenha sido enterrado naquele local. Descobre-se, então, o Cemitério dos Pretos Novos que dá início à história do instituto que foi inaugurado no dia 13 de maio de 2005.

“O prêmio significou para nós o reconhecimento de um tesouro arqueológico encontrado. Ampliou a nossa oportunidade de trabalho e hoje realizamos várias oficinas, mas a temática principal é o mercado de escravos no Rio de Janeiro”, afirma Ana Maria De La Merced dos Anjos, presidente do Instituto Pretos Novos.  “No início, pensávamos que iríamos atender apenas jovens de ensino fundamental e médio, mas logo percebemos o interesse de professores por nossos cursos. Hoje, contamos com um número de 680 pessoas em nossas oficinas, mas não pretendemos parar por aqui, este ano queremos formar uma biblioteca temática,” informou.

(Texto: Nemésia Antunes, Ascom/MinC)

Fonte: MinC
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/05/2011 em Uncategorized

 

Tags:

PELOMUNDO CULTURAL

ARTISTAS HOMENAGEIAM THOMAZ PERINA

26-05-2011 – Fátima de Carvalho
THOMAZ PERINA
Para celebrar os 90 anos que o artista plástico Thomaz Perina (1921-2009) faria em 21 de maio deste ano, o  Instituto Thomaz Perina (ITP), em Campinas, apresenta uma mostra de arte com obras dos artistas Vanderlei Zalochi, Márcio Rodrigues, Vera Ferro e Dimas Garcia, que participaram da trajetória de vida e obra do artista.

A exposição vai ser inaugurada em 21 de maio, às 10 hs, noInstituto Thomaz Perina,com Curadoria de Gilson Barreto e permanece aberta até 23 de julho, de terça-feira a sábado.

Vida e obra

Thomaz Perina nasceu e viveu em Campinas e teve uma trajetória marcada pela afirmação que “a obra está no processo e a arte está na busca da síntese”, e pela “redução da cor a um estado quase neutro”. Seus símbolos (o círculo sintetizando a árvore e o traço a estrada) traduzem sua percepção da existência humana.

Reconhecido como um dos mais importantes artistas de sua geração, Thomaz Perina e sua obra são temas de trabalhos acadêmicos, documentários, audiovisuais e publicações.

O acervo acumulado pelo artista durante seis décadas de trabalho e pesquisa é composto por mais de duas mil peças e está organizado em três coleções: Thomaz Perina/Produção, Thomaz Perina/Aquisição e Thomaz Perina/Documentação. As coleções compõem um raro e vasto registro sobre o processo criativo do artista, que declarava: “eu quero o mínimo pra falar”.

Inaugurado em 27 de novembro de 2010, o Instituto Thomaz Perina (ITP) é uma instituição cultural sem fins lucrativos, criado em 2005 e tem como missão preservar e disponibilizar visitação e pesquisa à obra e o legado cultural de Thomaz Perina. Além disso, também pretende difundir os valores sócio-culturais que o artista manteve em sua trajetória e promover ações, projetos e programas que consolidem a instituição como uma referência em arte-educação e difusão cultural em São Paulo.

onde ficaExposição: “Thomaz Perina – 90 anos”
Local: Instituto Thomaz Perina – ITP. Rua Santo Antônio Claret, 229, Castelo. (19) 3213-0398
Período: 21 de maio a 23 de julho
Horário: terça-feira a sábado
quando ir
21/5/2011 a 23/7/2011
quanto custa
gratuito
contato
(19) 3213-0398
Fonte: overmundo / Cintia Thome
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/05/2011 em Uncategorized

 

Tags:

ANTONIO VIVALDI

VERÃO (COMPLETO)

22-05-2011 – Fátima de Carvalho

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/05/2011 em Uncategorized

 

Tags:

NOTÍCIAS CULTURAIS

187ª Reunião da CNIC

20-05-2011 – Fátima de Carvalho

Membros da Comissão aprovaram súmulas e discutiram projetos que pleteiam financiamento pela Rouanet O Ministério da Cultura (MinC) realizou, nos dias 17, 18 e 19 de maio, a 187ª Reunião da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) em Brasília (DF). Durante os três dias, foram realizadas palestras, discussão e votação de súmulas administrativas e avaliados pareceres de projetos culturais que pleiteiam a autorização para captação de recursos com apoio na Lei Rouanet (nº 8313/91). A programação foi transmitida ao vivo através de link disponibilizado no site do MinC. Como vem acontecendo desde setembro do ano passado, os proponentes e interessados puderam acompanhar, via áudio, as discussões e os pareceres de projetos que foram levados para a sessão plenária (dia 19) pelos integrantes da Comissão. A plenária foi presidida pelo Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic), Henilton Menezes. Antes da sessão plenária, o presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Antônio Grassi, fez uma apresentação sobre a instituição, contemplando a composição, os programas e as atribuições. No dia 18, os integrantes da CNIC discutiram, editaram e aprovaram, por maioria absoluta, oito súmulas que balizarão e uniformizarão decisões da Comissão. Antes de serem publicadas no Diário Oficial da União (DOU), as súmulas passam por revisão na Consultoria Jurídica do Ministério da Cultura. A próxima reunião da CNIC (188) será realizada em Belém (PA) nos dias 14 e 15 de julho, dando continuidade à itinerância dos encontros. CNIC A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura, composta por representantes de artistas, empresários, sociedade civil e do Estado, é um órgão colegiado de assessoramento integrante da estrutura do Ministério da Cultura, tendo entre outras funções subsidiar as decisões do MinC na aprovação dos projetos culturais submetidos para captação via renúncia fiscal. Resultado dos Pareceres(Texto: Caroline Borralho, Ascom/Sefic)

Fonte: MinC                    

Programa Cultura Viva está com inscrições abertas


9ª Semana Nacional de Museus

Repórter Brasil/Manhã, TV Brasil, em 20/05/2011


 
Deixe um comentário

Publicado por em 20/05/2011 em Uncategorized

 

Tags: