RSS

NOTÍCIAS CULTURAIS

12 nov

Festival de Shakespeare, em Edinburgh, une o Ocidente ao Oriente

Por Redação, com Kausalya Sahthanam – de Edimburgo, Escócia

12-11-2011 Fátima de Carvalho

                      Janine Jansen foi uma das estrelas no Festival Internacional de Shakespeare

A música vibrante, a dança e as adaptações brilhantes de peças deShakespeare fez doEdinburgh International Festival, na noite passada, um evento estimulante. Para aqueles que amam Shakespeare, o Festival Internacional de Edimburgo teve opções de sobra das obras do bardo para escolher. O Oriente encontrou o Ocidente no festival e reforçou a popularidade das peças de Shakespeare em todo o mundo. Da Coréia veio uma versão brilhante de The Tempest e da China, uma adaptação operística de Hamlet. Depois houve Rei Lear de Taiwan.

Realizado pela Mokwha Repertory Company, A Tempestade, espetáculo adaptado e dirigido por Tae-Suk Oh, foi uma produção imperdível, infundido com uma grande dose de criatividade. Ele estava profundamente imbuído com a cultura e as sensibilidades do país e ainda navegou sem problemas com os ventos da história de uma tempestade que varre os iníquos para a ilha solitária, onde o protagonista e sua filha foram forçados a tomar refúgio. há muitos anos.

Em chinês

Revenge: O Príncipe Dan Zi, adaptação e tradução pelo chinês Zhu Sheng-Hao de Hamlet foi marcada pela música, cor e espetáculo. Ele fez crer que Hamlet poderia muito bem ter sido chinês, tão bem foi adaptado do original! Grande trajes bordados em chamas com dragões e adereços exóticos, algumas acrobacias incríveis e a música de ópera – as vozes feminina fina e melancólica, a assertiva do sexo masculino e forte – somaram-se ao entretenimento. As cenas de combate entre Hamlet e Laertes formando o clímax foram realizados para um público altamente sensibilizado.

A produção, apresentada pela trupe Shangai, da Ópera de Pequim – também conhecido como jingju “foi projetado para ser visto e ouvido por grandes multidões em ambientes ao ar livre, muitas vezes iluminado apenas por lamparinas a óleo”, afirma o libretto. Mas a experiência desta versão, tradicional ópera de uma peça de Shakespeare era bem diferente da produção coreana que realizou a interpretação individualista do diretor.

O link indiano

Da Índia veio o Nrityagram Dance, do Ensemble Sriyah. A energia de alta tensão emanada pelos dançarinos eletrizou o salão do Teatro King. A coreografia de Surupa Sen, diretor artístico da Nriyagram, foi fascinante. Pandit Raghunath Panigrahi foi o diretor musical assistida por Satpathy Srinibas. A produção foi fiel ao princípio do divino feminino. Foi uma performance em que as várias seções – Aakriti, Srimayi e Vibhakta – foram trançadas juntas de maneira dinâmica. A intrincada tecelagem de padrões, firmemente alinhada às esculturas do templo, trouxe à vida os versos evocativos, incluindo os da Gita Govinda, unidos para resultar em uma performance cheia de sinergia.

A homenagem à deusa Mãe em toda a sua força, poder, graça e misericórdia foi sincera. O aspecto devocional permeou a performance que incluía o conceito Ardhanariswaram.

Orquestra da Filadélfia, liderada por seu regente principal, Charles Dutoit, levou o público a um “programa de obras-primas do século XX”. Histórias e contos de fadas definiram o encantamento com a composição de Stravinsky sobre o rouxinol, cujo doce notas encantados um imperador chinês. A Suíte de Ravel Mother Goose, baseada em contos de fadas, e a Symphonic Rachmanimov e Ravel La Valse trouxeram o lírico ao espetáculo. De Sibelius, Finlandia foi executada pela violinista holandesa Janine Jansen, que seguiu no concerto para violino, de Tchaikovsky. A peça final, de Berlioz, Symphonie Fantastique, foi retumbante em sua força e poder, conduzindo o programa para um final empolgante.

Fonte: CorreiodoBrasil
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 12/11/2011 em Uncategorized

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: