RSS

Arquivo mensal: março 2012

Conjunto Retratos – Dia Nacional do Choro 01/4 · São Paulo, SP

30-03-2012 – Fátima de Carvalho

 

                           Flyer – Conjunto Retratos – Homenagem ao Dia Nacional do Choro

 

No mês de Abril é comemorado o Dia Nacional do Choro, e no próximo Domingo, 01 de Abril às 11h00 o Centro Cultural do Jabaquara apresenta a edição de número 66 do projeto Choro na Manhã, e o Conjunto Retratos, formado por Alex Mendes (bandolim), Paulo Gilberto (flauta), Cesar Ricardo (violão 7 cordas), Fernando Henrique (cavaquinho) e Donisete Fernandes (bandolim) preparou um repertório especial para esta data.

O Dia nacional do Choro foi criado para homenagear Pixinguinha, o compositor, instrumentista virtuoso, maestro, e arranjador e considerado um dos maiores gênios da música brasileira que deixou para jóias musicais músicas como Carinhoso, Vou Vivendo, Lamentos, Rosa, Um a Zero, entre outras.

Além das inúmeras qualidades musicais, Pixinguinha foi um amigo sincero, companheiro e era uma pessoa extremamente simples. Há uma frase atribuída a Vinícius de Moraes que diz que “Se não fosse Vinícius, queria ser Pixinguinha”.

Outro grande flautista que conviveu algumas vezes com Pixinguinha, o Professor João Dias Carrasqueira, disse sobre seu contato pessoal com Pixinguinha: “O Pixinguinha era uma figura simpática, ao primeiro contato, não dava para perceber que ali estava um anjo, mas ele era um anjo…”.

 

quando ir: 01/4/2012, às 11:00h
quanto custa: Entrada gratuita
website: www.conjuntoretratos.com.br
contato: (11) 5011-2421

Fonte: overmundo / Alex Mendes
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: , , ,

Exposição em São Paulo “Transformações do Tempo” de 02/4 a 30/4 · São Paulo, SP

30-03-2012 – Fátima de Carvalho

 

                           Exposição em São Paulo de obras de arte de Quim Alcântara

 

Pinturas abstratas de acidentes ambientais são o ponto de partida de uma fascinante viagem.
Nesta seleção de obras de arte de Quim Alcântara, fatos como o terremoto do Haiti e as enchentes do verão brasileiro estão contrapostas com a própria natureza em seu estado mais puro e intocado.
No desenvolvimento do corpo de trabalho, a questão ambiental passou a fazer parte da própria produção das obras: os chassis são de madeira certificada, os materiais utilizados são a base d’água, sem produtos tóxicos e parte dos tecidos são provenientes de aparas industriais.

De um lado, os desastres ambientais servem de apoio para pensarmos sobre o que nossas ações ao longo do tempo estão causando ao planeta hoje. Há ainda o objetivo de eternizar momentos dolorosos que não podem ser esquecidos em manchetes de jornal simplesmente porque ninguém mais tem tempo para refletir.
Do outro lado, longe da urgência do dia a dia, onde o tempo não pode ser acelerado, diversos períodos da natureza pura são retratados como um momento único: a flor que desabrocha até perder as pétalas para o vento, a metamorfose da borboleta que levanta voo após sair do casulo. Cada obra possui seu conjunto distinto de elementos que se interligam criando uma história repleta de simbologia.

Embora levante questões sérias, a maneira como são apresentadas e as soluções estéticas bem trabalhadas resultam em uma arte leve e jovem, que mantém a atenção do público nos temas e resgata valores que se perderam ao longo do tempo na história da arte.

Sobre o artista plástico Quim Alcântara
Artista plástico e designer, Quim cresceu entre tintas e pincéis de ateliers e começou a desenvolver sua identidade artística desde cedo. Pintando sobre tecidos, telas e papéis, suas obras se alternam entre figuras e cores serenas que trazem tranquilidade e formas emaranhadas de cores impactantes que não deixam o olhar se fixar, carregadas de energia e vida. Conheça mais sobre o processo de criação, projetos, exposições e a trajetória de Quim Alcantara em quim.com.br/artista-plastico.

Vértice Espaço Cultural
Inaugurado em dezembro de 2010, o Vértice Espaço Cultural tem como missão promover a disseminação de cultura e conhecimento em todos os âmbitos da sociedade, através de conteúdos qualificados que incentivem o maior número de pessoas a participar de eventos e atividades, a fim de propagá-los na comunidade.

A exemplo do trabalho desenvolvido pelo Colégio Vértice, a entidade vem reforçar a tese de que cultura, trabalho e lazer podem caminhar juntos, favorecendo a transformação social e ampliando as áreas do conhecimento para todos os públicos, em diversas faixas etárias e condições sociais.

Exposição
Exposição de Arte “Tempo de Mudanças” do artista plástico Quim Alcantara
Data: 02 a 30 de abril de 2012.
Horário: Segunda a Sexta, das 8:00 às 20:30.
Local: Vértice Espaço Cultural
Rua Vieira de Moraes, 197 | São Paulo, SP
Telefone: 11 5533-5500
Preço: Entrada gratuita
Release oficial: http://quim.com.br/exposicao-em-sao-paulo-no-espaco-cultural-vertice-mudancas-do-tempo/

onde fica: Vértice Espaço Cultural
Rua Vieira de Moraes, 197
São Paulo, SP

quando ir: 02/4/2012 a 30/4/2012
quanto custa: Entrada gratuita
website: http://quim.com.br/exposicao-em-sao-paulo-no-espaco-cultural-vertice-mudancas-do-tempo/
contato: Quim Alcântara (info@quim.com.br | http://quim.com.br)

Fonte: overmundo / QUIM.com.br
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: , ,

Grafiteiros expõem em galeria em Petrópolis de 30/3 a 15/6 · Petrópolis, RJ

30-03-2012 – Fátima de Carvalho

 

                            Artistas preparam as obras no Centro Cultural Casa Hercílio Esteves

 

A arte urbana vai invadir o Centro Cultural Casa Hercílio Esteves, no campus da Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP). No dia 30 de março, a FMP inaugura a exposição “da Rua”, inédita na Região Serrana, que exibirá o trabalho de 20 artistas expoentes da cena nacional do street art. A mostra contará com instalações e pinturas que trarão o universo urbano para o Centro Cultural. Para comemorar a abertura da exposição, a FMP promoverá, no dia 29, uma vernissage, às 18h.
A exposição apresentará grafites nas paredes da galeria, pinturas em tapume de obras, utilização de suportes em madeira de demolição, projeção de vídeos, entre outras instalações e ocupações. A mostra está baseada em diferentes segmentos do street art, como o bomb, a pichação, o sticker, o stencil e o lamb-lamb.
O coordenador de Projetos Especiais da FMP/Fase, Ricardo Tammela, explica que a ideia de uma exposição de arte urbana surgiu dentro do Comitê Gestor do Centro Cultural, formado por alunos. “Achamos que seria muito interessante provocar o diálogo entre o conhecimento não formalizado e a academia. A exposição vai permitir ao visitante perceber a força da expressão artística e cultural quando, acima de tudo, existe abertura e compreensão para a diversidade”, disse.

Grafitando por aí

Os grafites que se multiplicam por São Paulo chamaram a atenção de Elton Luis, que assina sua arte de cor e movimento como SHOCK Maravilha. É escritor de grafite há 12 anos, tempo em que se graduou pela Escola Paulista de Belas Artes e fez a pós-graduação em Arte, Comunicação e Tecnologia, na Faculdade de Belas Artes. “Só sabia que queria escrever meu nome por aí”, conta. Só que o “por aí” preferido do grafiteiro é a cosmopolita capital paulista. “Antes de mais nada, amo a cidade que pinto e interfiro”, diz.
Viadutos, muros, praças, e todo o tipo de construção no espaço urbano são o suporte para o grafite. A cidade é a tela desses artistas. “São Paulo tem uma energia muito grande. O inesperado, o tempo, as pessoas, as dificuldades, tudo influencia no “trampo”. Você tem que se adaptar da hora que acorda à hora que dorme. Essa energia, esse caos, a alegria, a tristeza, o sujo, o limpo, tudo influencia nos meus grafites”, conta.
No Rio de Janeiro, Marcelo Vaz, o MENT, da Vila da Penha, subúrbio carioca, foi um dos pioneiros a colorir a cidade maravilhosa. O olhar marcante e os cabelos coloridos das personagens desenhadas por MENT antecipam o que o carioca prepara para a mostra “da Rua”. MENT colabora como instrutor e educador em diversos projetos. Já foi convidado para intercâmbio na Holanda e participou de eventos e exposições no Brasil e no exterior.
Com trabalhos em várias cidades do Brasil e da Europa e América Latina, esses artistas também adaptam o formato do grafite a roupas, acessórios, telas, automóveis, revistas, cenografia e decoração. “A arte urbana brasileira conta cada vez mais com artistas de projeção internacional, que se valem dos espaços urbanos para realizar suas críticas sociais e expressarem questões de forma artística.”, disse o curador da mostra, Rodrigo Henter, que também participará com suas obras como AK47.
Participam da mostra os artistas AK47, ALECRIM, CB e ZAZ, de Petrópolis, ALMA, de Itaboraí, ALOPEN e SHOCK, de São Paulo, BOBI e BUNYS, de Duque de Caxias, CH2, FINS, KAJAMAN, MADRUGA, MENT e SWK, do Rio de Janeiro, CLARISSA PIVETTA, de Içara, Santa Catarina, JACK, de Goiânia, SE7, de Teresópolis, SERES, de Belo Horizonte e VESPA, de São José dos Campos.
A mostra “da Rua” fica até o dia 15 de julho no Centro Cultural Casa Hercílio Esteves, no campus da FMP/Fase, Av. Barão do Rio Branco, 1003, Petrópolis, de segunda à sexta-feira, de 9 às 18h.

onde fica: Centro Cultural da FMP/FASE
quando ir: 30/3/2012 a 15/6/2012
quanto custa: Gratuito

Fonte: overmundo / João Victor Mello
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: , , , ,

Concurso Simultâneo de Literatura de Cordel de 05/3 a 17/5 · Caruaru, PE

28-03-2012 – Fátima de Carvalho

 

O Projeto Cordel nas Escolas com apoio total da Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Educação,lança dois concursos de cordel numa só data. O 1º com Tema “100 Anos de Luiz Gonzaga” e o 2º “100 Anos de Álvaro Lins”.O concurso é para alunos do 6º ao 9º ano, jovens e adultos.

onde fica: Prefeitura de Caruaru

quando ir: 05/3/2012 a 17/5/2012

quanto custa: Inscrições gratuitas

website: cordelnasescolas.arteblog.com.br

contato: Secretaria de Educação – (81) 3724-7653

Fonte: overmundo / Nelson Lima
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultura
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: , , ,

…doces lembranças de nós mesmos de 14/4 a 27/5 · Brasília, DF

28-03-2012 – Fátima de Carvalho

…doces lembranças de nós mesmos

Uma montagem realizada por alunos da oficina teatral do espaço semente

DIAS: de 14 de abril a 27 de maio
(sábados e domingos)

Horário: 20h

Local: Espaço Semente
(Quadra 12 Lote 06 Loja 01 Setor Central – Gama /Subsolo da Loja VMS Informática)
Ponto de Referência: antiga rua do cartório do 8º Ofico, ao lado do CEM02

Classificação: 14 anos

Contato: 84326112/35560448 (Valdeci Moreira)

Ingresso: R$ 10,00 (valor único)

Release
“A velha casa não atrai quem passa, não abriga, não combina… Velha casa, velha brincadeira do tempo…”
Um menino que solta sua pipa…Uma menina que anda em linha de trem…Uma mulher que espera…Um homem que espera e dorme…É neste vazio, nesta solidão, no oco do tempo que se passa as emoções deste espetáculo. Conta-se neste trabalho a história de pessoas comuns, pessoas que buscam suas lembranças em algum momento da sua vida… Essas lembranças os mantém vivos, presentes no aqui e no agora.
Ainda que as lembranças não sejam boas, fazem parte das suas memórias e ao lembrar elas são “Doces lembranças de nós mesmos”.
Ficha técnica
Concepção e Direção: Valdeci Moreira
Supervisão: Ricardo César
Textos incidentais: Ricardo Torres (Diretor e Dramaturgo de Brasília), Tennesse Willians e Harold Pinter.
Elenco: Bruna Nayara, Crys Lira, Jéssica Ximenes, Flávia Reis e Mateus Lima
Atores convidados: Luiz Lucas Copaseut e Jussy Nascimento
Cenário e Figurino: Ricardo César
Iluminação e Sonoplastia: Valdeci Moreira
Cabelo e Maquiagem: O grupo
Contra-regras: Paulo Bittencort e Anderson Lima da Silva

Fonte: overmundo / Áurea Liz
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: , , ,

Festival Periferia 1000 Grau 01/4 · São Paulo, SP

28-03-2012 – Fátima de Carvalho

 

O Festival Periferia 1000 Grau pretende reunir na Fábrica de Cultura do Itaim Paulista diversos ritmos surgidos nas periferias do Brasil e do Mundo!

Do tecnobrega do Pará ao funk carioca, passando pelo Reggaeton panamenho, a intenção é transformar o palco da Fábrica de Cultura em um grande caldeirão, onde artistas que representam diferentes identidades culturais da periferia irão se encontrar!

quando ir: 01/4/2012, às 12:00h
quanto custa: Gratis!
website: http://www.fabricadecultura.org.br/itaimpaulista/final_de_semana.asp
contato: Michelle (11) 2025-1991

Fonte: overmundo / Renato Barreiros
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: , ,

Quarteto em Cy

26-03-2012 – Fátima de Carvalho

 

 

O Teatro do SESI Campinas apresenta gratuitamente no dia 30 de março, às 20h, o show do Quarteto em Cy. O espetáculo faz parte da programação doSESI Música 2012 – Popular, projeto itinerante do SESI-SP realizado em 20 teatros da entidade no estado.
Na apresentação, as cantoras interpretarão composições de Vinícius de Moraes, Dorival Caymmi, Chico Buarque e um bloco de músicas do CDS americanos que estão lançando.
O Quarteto em Cy foi originalmente formado pelas irmãs Cylene, Cynara, Cybele e Cyva, nascidas em Ibirataia (BA). Ainda em seu estado natal, as quatro irmãs Sá Leite iniciaram sua relação com a música através do projeto sociocultural “Hora da Criança”, que visava introduzir os jovens no fascinante mundo das artes.
No início dos anos 60, de passagem pelo Rio de Janeiro, Cyva, a irmã mais velha, conheceu o poeta Vinícius de Moraes, que incentivou as quatro irmãs a formar um conjunto vocal. Com o auxílio de Carlos Lyra, o grupo foi batizado como Quarteto em Cy, em referência às iniciais dos nomes das integrantes.
Desde sua criação, o grupo gravou 41 álbuns, lançados no Brasil e EUA, além de inúmeras apresentações em território norte americano.

Músicos
Cynara, Cyva, Cybele e Sonia – voz
Camila Dias – teclados
Francisco Faria – violão e cavaquinho
João Cortez – bateria
João Macedo – baixo

SERVIÇO
SESI Música 2012 – Popular 
Espetáculo: Vinícius, Caymmi, Chico Buarque e Tom Jobim em CY (Quarteto em Cy)
Local: Teatro do SESI Campinas – Av. das Amoreiras, 450, Parque Itália
Data e horário: sexta-feira (30), às 20h.
Capacidade: 374 lugares, sendo oito para cadeirantes.
Duração: 90 minutos
Recomendação etária: Livre para todos os públicos.
Informações: (19) 3772-4184 / 4183
Entrada franca – os ingressos serão distribuídos com 1 hora de antecedência do início da apresentação.

Fonte: jornallocal
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: ,