RSS

Semana do Teatro será aberta com espetáculo premiado

26 mar

26-03-2012 – Fátima de Carvalho

 

Autor: Na Mira
Categoria da notícia: Artes Cênicas
As artes cênicas estarão em festa, na noite desta segunda-feira (26), quando será aberta a programação da VII Semana do Teatro no Maranhão, promovida pelo governo do Estado e realizada pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por meio do Teatro Arthur Azevedo (TAA). A abertura será às 20h de segunda-feira, com o espetáculo A Poltrona Escura, com o ator e diretor teatral Cacá Carvalho (São Paulo), direção de Roberto Bacci, no palco do TAA.

Com vasta programação, a Semana acontecerá, até 1º de abril, em São Luis, e de 13 a 22, nos municípios de Humberto de Campos, Miranda, Cantanhede e Monção. O evento é em comemoração ao Dia Internacional do Teatro e Dia Nacional do Circo e do Artista Circense, celebrado em 27 de Março, quando os principais teatros de São Luís serão palcos de espetáculos maranhenses e de outros estados. Na noite de abertura da programação, no Foyeur do TAA, o jornalista, ator e crítico teatral maranhense Ubiratan Teixeira, fará o lançamento do livro Bastidores/Crônicas.

O espetáculo de abertura

No espetáculo de abertura, o ator e diretor teatral Cacá Carvalho interpreta três contos de Luigi Pirandello, prêmio Nobel de Literatura de 1934: Os Pés na Grama, O Carrinho de Mão e O Sopro. A peça que rendeu ao ator o prêmio Shell de Melhor Ator em 2004 foi considerado um dos cinco melhores espetáculos do ano pela Associação Paulista de Críticos de Artes.

Mostra como é inquietante o olhar divertido, lúcido e cruel de Pirandello sobre a condição humana. Aclamado pelo público e pela crítica, com duração de 90 minutos e classificação para 16 anos, A Poltrona Escura traz a público a solidão e perplexidade de um pai que ficou viúvo que leva a compreender a cruel sucessão das gerações e o isolamento dos que vivem a última fase da vida.

Em Os Pés na Grama; Enquanto em O Carrinho de Mão, Cacá Carvalho mostra um grande e famoso advogado que desmascara a condição humana num crescendo cômico, grotesco, patético com a revelação de um inconfundível prazer.

Por fim, em O Sopro, apresenta um homem comum que descobre ter o poder de matar o próximo juntando o polegar com o indicador da mão e soprando neles. O absurdo chega ao ponto de tornar-se uma epidemia e acabar com o próprio protagonista.

O espetáculo através da aparente simplicidade mostra o ritmo das ações e intensidades do texto, sem deixar de revelar os aspectos cômicos e grotescos dos personagens vividos pelo ator em cena, onde aparece e dança ao redor de uma grande poltrona negra.

Programação

A VII Semana de Teatro no Maranhão terá, durante sete dias, apresentação de 44 espetáculos selecionados entre 25 maranhenses e 19 nacionais, sendo 1 da região Norte, 2 Nordeste, 2 Centro-Oeste, 11 do Sudeste e 3 da região Sul; 9 performances, 4 intervenções urbanas e dois espetáculos de rua. Na terça-feira (27), às 9h, o espaço da Galeria Russa ECIMUSEUM, na Rua 14 de Julho-Praia Grande, será palco para um Bate Papo com o ator convidado Cacá Carvalho.

Na noite de quinta-feira (29) será a vez dos teatrólogos Gallo Cerello e Helena Cerântola lançarem o livro Nostalgia (Circo Vox), no Foyeur do TAA, às 20h.A programação inclui 12 oficinas ministradas por professores de vários estados, lançamentos de livros com tema do teatro, cortejo artístico pelas ruas do centro de São Luís, mesa redonda, homenagem a personalidades do teatro maranhense e divulgação dos textos selecionados no prêmio São Luís em Cena, em comemoração ao aniversário de 400 anos da capital maranhense.

Toda a programação de apresentação gratuita acontecerá em 8 espaços: Teatros Arthur Azevedo, Alcione Nazaré e João do Vale, Centro de Artes Cênicas do Maranhão (Cacem), Galeria Russa ECIMUSEUM, Praças Nauro Machado e João Lisboa e no Circo Cultural Nelson Brito.

Os espetáculos serão apresentados nos teatros e praças públicas pela manhã, tarde e noite. O público terá oportunidade de assistir espetáculos maranhenses e convidados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Goiás, Santa Catarina, Paraíba, Rio Grande do Sul e do Pará.

O encerramento, dia 1º de abril, será com uma homenagem a duas personalidades maranhenses: Aldo Leite, ator, dramaturgo, diretor e professor de teatro, e a Benedita Silva (dona Bibi), camareira e ex-funcionária do TAA. Nessa noite, a direção do Teatro divulgará os 5 textos teatrais contemplados com Prêmio São Luís em Cena.

Oficinas

As oficinas acontecerão pela manhã e tarde, no Teatro Arthur Azevedo (sala de Dança e Salão Versátil), Centro de Artes Cênicas do Maranhão (CACEM) e ECIMUMSEUM. Serão ministradas as oficinas: Crítica Teatral, com o Ferdinando Martins, da Universidade de São Paulo; Música Movimento e Cena, ministrada por Lenine Vasconcellos, da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Percussão Corporal, com Daniel Matallana (Colômbia); Elaboração de Projetos Culturais, coordenada por Cassiano Gomes (Rio de janeiro); Corpo Poético do Ator, pelo Coletivo Trupe Arlequin GECA (Paraíba); e O Ator Contemporâneo, com Guido Campos (Goiás).

As demais oficinas são: Introdução ao Teatro de Sombras, pelo Teatro sim Porque Não (Santa Catarina); Vide Verso Meu Endereço, com Áurea Teixeira, Janaína Silva, Kátia Kuwara, Luis Henrique Altieri (São Paulo); Introdução à Biomecânica, pelo Teatro de Maquinaria (Rio de Janeiro); Pernas de Pau, com grupo Quintal do Circo (Rio de Janeiro); View Points, com Zé Alex (Rio de Janeiro); e O Quadro de Antagônicos como Instrumento de Preparação do Ator, com o ator e diretor Marcelo Flecha (Maranhão).

Outras Atividades

Vide Verso Meu Endereço I é a performance que acontecerá na Feira da Praia Grande, às 17h desta segunda-feira (26), com Áurea Teixeira (SP).

Oficinas

Nesta segunda-feira, pela manhã, começam as oficinas Introdução à Biomecânica e Vide, Verso meu Endereço, às 9h, no TAA e, Música, Movimento e Cena, às 9h e às 14h no CACEM e, O Quadro de Antagônicos, na Sala de Dança do TAA, às 15h. Introdução a Biomecânica (Teatro de Maquinaria – RJ).

O objetivo é oferecer técnicas e conceitos para a preparação e o treinamento de atores e bailarinos. Sua metodologia de ensino tem como referência a experiência teatral vivenciada pelo encenador russo Vsévolod Meyerhold no início do século XX.

Vide Verso Meu Endereço (Áurea Teixeira /Janaína Silva/Kátia Kuwabara/Luís Henrique– SP)

O foco dos programas é investigar, sob o ponto de vista do vídeo, da fotografia e da presença cênica, as diversas formas de convívio entre o sujeito, a cidade memória.

Música, Movimento e Cena (Lenine Vasconcellos – RJ)

A oficina propõe um espaço de experimentação da prática musical, onde estará vinculada à produção musical, a pesquisa de movimentos que se somem ao ato de produzir música. Inspirada na pedagogia Dalcroze e em performances artísticas contemporâneas que exploram a produção musical como um ato cênico.

O Quadro de antagônicos com instrumento de preparação para o ator (Marcelo Flecha – MA)

Aproximar os participantes da metodologia aplicada pela Pequena Companhia de Teatro no treinamento e preparação dos seus atores através do Quadro Antagônicos.

Fonte: jornalcazumbá
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/03/2012 em Uncategorized

 

Tags: ,

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: