RSS

CCBB-Rio recebe estreia da peça “Sexton” dia 7/3 de 07/3 a 31/3 · Rio de Janeiro, RJ

04 mar

04-03-2013 – Fátima de Carvalho

1362090167_foto_diego_bresani___espeta_culo_sexton__23112012_cal2361                          Jessica Cardoso interpreta a poeta Anne Sexton

Estreia dia 7 de março, às 20h, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) o espetáculo “Sexton”, de Julianna Gandolfe e Helena Machado, sob a direção de Rodrigo Fischer. O texto, vencedor do 5ª edição do projeto Seleção Brasil em Cena, é livremente inspirado na vida e na obra de Anne Sexton (1928-1974), poetisa confessional americana, ganhadora do prêmio Pulitzer. Uma das precursoras do confessionalismo, Anne Sexton foi vanguardista ao inserir tabus femininos na poesia.

Primeira poetisa cultuada como celebridade pelos americanos, ela fazia de suas declamações verdadeiras performances exuberantes de si mesma. A temporada vai até 31 de março. Aos sábados e domingos acontecerão sessões extras às 17h.

“Infelizmente, a obra dela é praticamente desconhecida no Brasil. São poemas extremamente imagéticos e diretos. Uma espécie de porrada poética onde as experiências pessoais são motores motivadores de suas poesias”, explica o diretor Rodrigo Fisher, de Brasília, onde o texto foi montado no CCBB. O elenco é composto por Jessica Cardoso, Mário Luz, Paulo Wenceslau, Gaivota Neves, Jeferson Alves e Karol Oliveira.

A montagem tem início na infância de Anne e segue até sua morte. A história, entretanto, não é contada linearmente, mas de maneira poética onde vida e arte são entrelaçadas. O texto de Julianna e Helena narra passagens da vida de Sexton abordando a relação dela com a família, amigos, psiquiatras, amantes e, principalmente, com a poesia. É a partir de encontros da poetisa com sua própria obra e com importantes nomes da poesia, como Robert Lowell, John Holmes e Sylvia Plath, que temas como suicídio, morte, vício, depressão, amor e sexo vêm à tona.

Uma das autoras da peça, Julianna Gandolfe conta que a escolha de retratar a obra e a vida de Sexton em seu texto de estreia para os palcos veio da “necessidade de falar de temas catárticos de uma forma poética. Além disso, o texto traz uma intensidade muito bonita, com trechos densos e outros irônicos, bem-humorados”.

O diretor Rodrigo Fischer completa dizendo que Sexton é “um elogio à vida, à poesia, à possibilidade de viver independente de ações e padrões que secam a nossa vontade de viver. A ideia é a de refletir sobre a vida de Anne Sexton sem julgamentos, tentando simplesmente apresentar uma mulher que viveu intensamente sua vida, mesmo que para isso fosse necessário encarar a dor e a própria morte”.

No espetáculo, a intensidade de Sexton não é passada ao público apenas por meio das palavras e do teatro. Rodrigo Fischer propõe em “Sexton” um diálogo com outras artes, como o cinema, e também com a tecnologia, presentes em projeções que compõem o espaço cênico da peça.

onde fica: Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – RJ.
Metrô Estação Uruguaiana.
quando ir: 07/3/2013 a 31/3/2013, às 19:30h
quanto custa: R$ 6,00
contato: monicariani@gmail.com

Fonte: overmundo
Facebook:Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 04/03/2013 em Uncategorized

 

Tags:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: