RSS

Exposição Na Cidade Deserta de 04/5 a 17/5 · Brasília, DF

06 maio

06-05-2013 – Fátima de Carvalho

NA CIDADE DESERTA ALIANÇA FRANCESA 

download*Exposição inédita traz jovens artistas europeus

*Obras inspiradas em Brasília são tema da exposição

Ele, um francês. Ela, sérvia. Ambos com pouco mais de 20 anos. Quentin Germain e Marija Sevic são dois jovens artistas europeus que decidiram registrar Brasília em suas pinturas, deixar-se contaminar pelo ar da cidade, pelo contato com a natureza, pela visão singular da arquitetura de Oscar Niemeyer. O resultado poderá ser visto na exposição NA CIDADE DESERTA, montada na Aliança Francesa, de 04 a 17 de maio. Quentin Germain traz 18 pinturas. Marija Sevic apresenta, entre fotografias e desenhos, quatro pinturas de grande proporção, todas produzidas na capital. A exposição tem entrada franca e está aberta de segunda a sábado.

A CIDADE DESERTA é uma composição inteiramente concebida no Brasil. O projeto de Quentin e de Marija era vir ao país para criar seu trabalho e expô-lo aqui, antes de voltarem para a Europa. Brasília foi a cidade escolhida, por ser a que melhor representa o trabalho dos dois. O casal, que está na capital há quatro meses, explora paisagens, com olhares diferentes.

Quentin prefere cenários industriais, em especial aqueles cuja interação humana com a natureza é evidente. Por meio de quadros de madeira comprimida e acrílico, ele pinta o que chama de “não lugares” – ideia estudada pelo antropólogo francês Marc Augé, pioneiro do trabalho etnológico sobre lugares anônimos, como estacionamentos, portões de embarque em aeroportos, supermercados e autoestradas. “São paisagens assim que me interessam, porque elas estão na fronteira da cidade e da natureza, e, na verdade, na fronteira também do que nós mesmos somos, nem civilização, nem natureza”, explica Quentin. Além de oito pinturas, o artista apresenta 10 fotografias, nas quais interfere, pintando sobre as imagens.

Já as obras de Marija exploram a perda de identidade diante da natureza. Retratando também a ideia do vazio e do onírico, a artista plástica coloca em questão a importância do ambiente versus a identidade do personagem; como uma coisa se mistura com a outra e como a persona de cada um importa pouco no panorama onde se encontra. Para Marija, a capital influenciou seu trabalho no que diz respeito ao minimalismo arquitetônico de Niemeyer em contraponto à força da natureza que se opõe ao concreto. As quatro obras da artista representam um universo próprio que ela percebeu em torno da casa onde está em Brasília. Em suas pinturas, Marija trabalha com óleo sobre tela.

O casal se conheceu em Paris, onde Marija foi passar seis meses na mesma faculdade onde estudava Quentin. Juntos há dois anos e meio, ambos já fizeram exposições individuais na Europa e agora trazem seu trabalho para o Brasil, pela primeira vez, mostrando que há profundidade e engajamento na nova geração artística mundial.

onde fica: Aliança Francesa de Brasília

quando: 04 DE MAIO A 17 DE MAIO de 2013.

ENTRADA FRANCA

Fonte: overmundo
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural 
Twitter: Teatro Caetanno’s
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 06/05/2013 em Uncategorized

 

Tags:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: