RSS

Arquivo mensal: julho 2013

Sesi inscreve para iniciação teatral

31-07-2013 – Fátima de Carvalho

 

af010331 arq           Todos os anos o diretor Wilson Caetano do Sesi escolhe um sucesso do teatro como
           “Hamlet” (ao lado) para ser interpretado por seu grupo de pesquisa / Foto: Arquivo

Alguns buscam o teatro para se desinibir, ganhar confiança. Outros querem apenas se divertir, enquanto ainda há quem busque nas artes uma profissão.  Seja qual for o objetivo o curso de iniciação teatral oferecido pelo Sesi pode ser uma boa opção. A unidade de Mogi das Cruzes ainda conta com algumas vagas. As aulas são gratuitas.

Podem participar maiores de oito de anos. Os menores de idade precisam de autorização dos pais para a ficha de inscrição e ainda apresentar os documentos de identificação. Na primeira metade do mês – de 1 a 15 de julho – as vagas foram destinadas a beneficiários do Sesi. Por isso os interessados precisam entrar logo em contato com a secretaria.

As atividades começam nos próximos dias e seguem até novembro com duas horas de aula por semana. No primeiro momento os alunos terão contato com noções básicas de artes cênicas para nos módulos seguintes do curso – são três – unir teoria a pratica em encenações.

O objetivo do curso é utilizar a linguagem teatral como ferramenta para a conscientização de cada cidadão, contribuindo para uma melhor qualidade de vida dos participantes e colaborando com o exercício da cidadania – especialmente pela expansão de idéias que a produção artística proporciona.

Núcleo de pesquisa

Em Mogi as atividades são comandadas por Wilson Caetano que também coordena um núcleo de pesquisa. Neste caso os participantes passam por teste para integrar o elenco. Essas turmas se apresentam em vários espaços durante o ano.

As montagens assinadas por Wilson geralmente são baseadas em clássicos do teatro. Em seu currículo estão espetáculos como “Hamlet“, “O Lobo da Estepe” e “Murro em Ponta de Faca”.

O Sesi está em funcionamento na Rua Valmet, 171, Braz Cubas. Mais informações ainda podem ser adquiridas pelo telefone 4727-1777.

Exposição

Quem for se inscrever no curso de iniciação teatral do Sesi ainda pode aproveitar para conferir a exposição de Simão Salomão. Em uma viagem pela Serra do Mar o fotógrafo focou a disposição das gotas sobre as plantas, brotos e galhos, chamando a atenção para o movimento e a fragilidade da água.

Por isso denominou a exposição como “Mata Atlântica, Berço das Águas”, que se encerra hoje. O horário de visitação é das 9 às 17 horas, com entrada franca.

 

Fonte: O DiáriodeMogi
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/07/2013 em Uncategorized

 

Tags:

CABEÇA SEM MENTE de 26/7 a 04/8 · Brasília, DF

29-07-2013 – Fátima de Carvalho

1373571841_cabeca_sem_menteUm indisciplinado grupo de estudantes recebe a complicada tarefa de montar um dos mais encenados textos de William Shakespeare para festa de final de ano da escola. Os conflitos que já existiam em sala de aula, como amores não correspondidos, preconceito, alienação e autoritarismo, aos poucos se misturam nesta peça dentro da peça, batizada de “Cabeça sem mente”. O novo espetáculo da companhia Teatro de Mentira estréia no Gama, com sessões de 26 a 28 de julho; e depois segue para o Plano Piloto, em curta temporada de 02 a 04 de agosto, no Teatro Goldoni. A entrada é franca.

“Cabeça sem mente” mostra a tentativa dos alunos Raylene, Shirlane, Lisânderson, Robério, Demêncio, Tatienny e Robin em montar “Sonho de uma noite de verão”. Em meio às orientações confusas da retrógrada professora, Sra Polyssem, os estudantes misturam seus conflitos pessoais aos dramas escritos por William Shakespeare no século XVI.

Assim como no clássico inglês, no qual um dia Lisandro ama Hérmia, que ama Lisandro e é amada por Demétrio, que é amado por Helena, mas no dia seguinte tudo se inverte, na montagem do Teatro de Mentira, os alunos se ocupam de amores não correspondidos que num passe de mágica, ou neste caso uma mudança de status do Facebook, mudam de intensidade e destino, como numa quadrilha de festa junina.

Essa identificação de tramas faz com que as duas peças se entrecruzem no percurso desses jovens amantes que, no calor de uma noite de verão, atravessam um rito de passagem, incluindo um mergulho no mundo sobrenatural de fadas e seres da natureza.

“Cabeça sem mente” traz para o Brasil contemporâneo o enredo da Grécia antiga criado por Shakespeare. O mundo etéreo da obra original é associado na montagem à realidade virtual e à tecnologia midiática.

A adaptação, ambientada em uma sala de aula comandada por uma professora reacionária, lança luz a uma realidade atrasada que insiste em acontecer no ensino brasileiro, mesmo depois de mudanças no seu contexto. “A peça é uma grande sátira ao ensino conservador, bitolado, conteúdista e não criativo, ao mesmo tempo em que preserva a celebração à magia, ao amor e à experiência do teatro propostos por Shakespeare no texto original”, explica Felícia.

O nome “Cabeça sem mente” denota a atmosfera de sonho e delírio que a peça original de Shakespeare evoca, na qual fantasia e realidade constantemente se misturam. O título celebra ainda o humor nonsense e de estilo farsesco de “Sonhos de Uma Noite de Verão”, considerada uma típica farsa musical, com coreografias e quadros dançantes. Os atores trabalham em cena com interpretações farsescas, relacionadas à linguagem gestual.

Teatro de Mentira

Nascido de um projeto de extensão da Universidade de Brasília, o Teatro de Mentira está junto há dois anos. Sob orientação da atriz, diretora e professora Felícia Johansson, o grupo faz sua pesquisa de linguagem dentro do diálogo entre tradição e contemporaneidade no teatro.

As influências da companhia vão desde tipos tradicionais como commedia dell’arte e ensinamentos de mestres como Eugênio Barba, Jacques Lecoq e Stanislavski a signos contemporâneos como histórias em quadrinhos, narrativas visuais, cinema, vídeo, propaganda, internet e mídias digitais.

Direção/Dramaturgia: Felícia Johansson
Assistência de Direção: Alisson Araújo
Cenografia: Guto Viscardi
Figurinos: Eliana Carneiro
Design Gráfico: Pedro Ivo Verçosa
Iluminação: Tiago Medeiros

Elenco: Ana Paula Monteiro
Clarisse Johansson
Felícia Johansson
Kael Studart
Karinne Ribeiro
Rogério Luiz
Tiago Medeiros
Xico Bruno
onde fica
Data: 26, 27 e 28 de julho de 2013
Local: Cia. Lábios da Lua
Endereço: Quadra 04 Lote 16 Lojas 01/02 Comercial, Setor Sul do Gama (abaixo do bar Meu Bem Drinks)
Telefone: (61) 3384-7802
Horário: sexta e sábado às 20h/ domingo às 19h

Datas: 2, 3 e 4 de agosto de 2013
Local: Teatro Goldoni
Endereço: Casa D’Itália- EQS 208/209 Sul (entrada pelo Eixo L, Metrô 108 Sul)
Telefone: (61) 3443-0606
Horário: sexta e sábado às 21h / domingo às 20h
quando ir: 26/7/2013 a 04/8/2013
quanto custa: Entrada franca

Fonte: overmundo
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 29/07/2013 em Uncategorized

 

Tags:

Estação Burlesca de 10/8 a 23/11 · Brasília, DF

29-07-2013 – Fátima de Carvalho

 

1373987685_contos_brejeiros_1                          Contos Brejeiros

A Cia Burlesca comemora seus 5 anos em Brasília apresentando o projeto Estação Burlesca, com apoio do Fundo de Apoio à Cultura do DF. Estação Burlesca levará ao metrô do Distrito Federal quatro espetáculos teatrais do repertório da Companhia: “A roupa nova do rei”, “Rabequinha toca Mozart”, “Contos Brejeiros” e “Mitos da Mata”. Estas montagens além de divertirem crianças, jovens e adultos, também abordam temas para reflexão como o consumismo, vaidade, preconceitos, opressão e sonhos. A diversão está garantida com muito humor, música ao vivo, mímica, teatro de bonecos e palhaçaria.

onde fica: Estações do Metrô DF (Taguatinga, Guará, Plano Piloto e Ceilândia)
quando ir: 10/8/2013 a 23/11/2013, às 11:00h
quanto custa: Entrada franca
contato: Mafá Nogueira 8175-5021

Fonte: overmundo
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 29/07/2013 em Uncategorized

 

Tags:

Espetáculo “Atti Kotti”, em cartaz na Sala Renée Gumiel

25-07-2013 – Fátima de Carvalho

 

2688e8c28a3288c64e395bf690ad6b7c27320b25                                   Espetáulo “Atti Kotti”. Foto: divulgação.

Inspirada na série “Anzuology” (Atlas Anzu de Animais), criada pela dançarina de butô Anzu Furukawa, o espetáculo “Atti Kotti” é fruto de encontros com a obra original e também com seus deslocamentos. Três animais – o crocodilo, o pássaro e o inseto – ressurgem em outros corpos, habitados por memórias de infância e de amores partidos. No dia 27 de julho, após o espetáculo, haverá bate-papo com os artistas sobre o processo de criação.

De 26 a 28 de julho | Sexta, às 20h; sábado e domingo, às 19h
Direção de Alice K | Intérpretes-criadores: Carina Nagib, Clara Gouvêa e Fabrício Licursi | criação e execução musical: Gregory Slivar

Recomendação etária: 16 anos | Duração: 50 minutos

Ingressos: R$ 5 (meia: R$ 2,50). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Um ingresso por pessoa.

 

Dia: 26 de julho de 2013
Horário: 20:00 às 21:00
Local: Sala Renée Gumiel do Complexo Cultural Funarte São Paulo. Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP.

 

Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 25/07/2013 em Uncategorized

 

Tags:

Exposição ‘Nelson Brasil Rodrigues – 100 anos do Anjo Pornográfico – O Teatro’ chega a Brasília

23-07-2013 – Fátima de Carvalho

No Teatro Funarte Plínio Marcos, mostra inclui fotos, textos, documentos e objetos do próprio dramaturgo e do acervo do Cedoc/Funarte

dbf4a0c20731ecb71f0c9e270aa5770d40fe98c2A exposição Nelson Brasil Rodrigues – 100 anos do Anjo Pornográfico – O Teatro será inaugurada, no foyer do Teatro Funarte Plínio Marcos, na Funarte Brasília (DF), no dia 23 de julho, terça-feira, às 19h. Na mostra, a convite da Funarte, os curadores, a neta e o filho do escritor, Crica Rodrigues e Nelson Rodrigues Filho, fizeram um recorte da extensa obra do escritor e jornalista. O trabalho conta um pouco da história de cada uma das estreias das 17 peças teatrais de Nelson, um dos maiores e mais polêmicos nomes da dramaturgia brasileira, cujo centenário de nascimento foi comemorado em 2012.

Cedidos do vasto acervo do Centro de Documentação da Funarte, compõem a exposição textos, do próprio autor e de diretores, que montaram obras suas; matérias de jornal, programas dos espetáculos; críticas; e fotos históricas. Em painéis deslizantes, elas registram desde a estreia de Nélson, com A Mulher Sem Pecado, até a montagem de sua última peça, A Serpente. O visitante é levado a um passeio pelas diversas fases do autor: de sucessos como Vestido de Noiva, passando pelo que ele chamou de “teatro desagradável” – as peças psicológicas; as “míticas”; e as “tragédias cariocas – como classifica o crítico e acadêmico Sábato Magaldi.

O projeto da exposição conta com a assinatura de artistas conhecedores do mundo rodrigueano: o cenógrafo Ronald Teixeira, vencedor da Triga de Ouro, na Quadrienal de Praga (o maior prêmio de cenografia do mundo); e os também laureados Aurélio de Simoni, que fez a iuminação; e João Schmid que, com Nelsinho, selecionou a trilha sonora ambiente, com músicas que o autor ouvia todas as noites, quando escrevia suas peças. O áudio de uma entrevista, concedida pelo autor à Fernanda Montenegro, em 1974, ao antigo Serviço Nacional de Teatro (SNT) é disponibilizado, em fones. A máquina de escrever do dramaturgo, e uma roupa sua, de uso cotidiano, também ficam expostos, assim como documentos particulares.

A mostra deu o pontapé inicial para as homenagens pelo centenário do autor, no Rio de Janeiro, em 2012. “A Funarte abraçou a ideia da itinerância da exposição, abrindo suas salas no Rio de Janeiro, São Paulo, agora em Brasília, e finalizará este ciclo na Funarte MG, em Belo Horizonte”, dizem os curadores. Eles comentam que a ideia de levar o trabalho à Capital Federal se impôs como um dos objetivos, seus e de sua equipe. “A cidade tem sido um dos polos em que o grande artista vem sendo muito representado. Nada mais natural levar este registro histórico a seus habitantes e aos envolvidos diretamente com a cultura brasileira”, complementam Crica e Nelsinho.

Os artistas acrescentam que, juntamente com outros movimentos comemorativos do centenário do escritor, que se espalharam pelo Brasil, a Exposição Nelson Brasil Rodrigues – 100 anos do Anjo Pornográfico – O Teatro tornou-se fonte de informação e de pesquisa, também para estudantes, proporcionando às novas gerações o resgate da vida e da obra do dramaturgo. O horário de funcionamento da mostra acompanha o da programação do teatro.

Exposição Nelson Brasil Rodrigues – 100 Anos do Anjo Pornográfico

Abertura: dia 23 de julho, terça-feira, às 19 horas

Teatro Funarte Plínio Marcos
Complexo Cultural Funarte Brasília
Eixo Monumental – Setor de Divulgação Cultural – Lote 02- Brasília (DF)

Funcionamento: acompanha a programação do teatro

Mais informações
Coordenação de Difusão Cultural da Funarte – Brasília
Tel: 61) 3322-2076 – de quarta-feira a domingo, a partir das 14h

Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 23/07/2013 em Uncategorized

 

Tags:

“Sobre sonhos e esperança”, na Funarte SP

19-07-2013 – Fátima de Carvalho

6a5e6e68cec5f8e268e50c9b1426631081309e31                                 “Sobre sonhos e esperança”, na Funarte SP. Foto: divulgação
O espetáculo narra o pesadelo de uma professora, que vive o cotidiano de uma escola tradicional. Amedrontada pela direção e pela sala de aula, ela sonha com uma fuga. No entanto, acaba atraindo a figura de Paulo Freire para seu pesadelo e, com o tempo, recorda-se de um sonho esquecido: ser uma grande educadora. A partir de então, começa a buscar soluções. Algumas de suas estratégias funcionam bem, outras precisam ser repensadas. A peça é um convite à reflexão sobre a importância das utopias, da esperança e das ações para a transformação da realidade.

Direção: Luciana Saul | Dramaturgia: Luciana Saul eThomas Holesgrove | Elenco: Alexandre Saul, Fernanda Quatorze Voltas, Luciana Saul e Thomas Holesgrove
Recomendação etária: 14 anos
Entrada franca

Informações ao público: (11) 3662-5177
funartesp@gmail.com

Dia: 20 de julho de 2013
Horário: 20:00 às 21:15
Local: Sala Carlos Miranda do Complexo Cultural Funarte São Paulo. Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19/07/2013 em Uncategorized

 

Tags:

“Não Lugar” e “Alívio” no Cacilda Becker

19-07-2013 – Fátima de Carvalho

 

03d6671e67a55cb32753d38b45be47f361fb5ce6                                  Alivio – Foto Guto Muniz (2)

A bailarina Aretha Maciel apresenta as duas obras que integram o projeto de dança contemporânea contempladono Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna 2012. Depois, os espetáculos Não Lugar e Alívio circulam por dez cidades brasileiras. No espetáculo Alívio, Aretha Maciel conta com a participação do bailarino André Rosa. Este duo é dirigido por Virginia García e Damián Muñoz, do Grupo La Intrusa de Barcelona, Espanha. Não lugarestreou em 2011 e participou da Mostra de Solos e Duos em Dança Contemporânea 1,2, em Belo Horizonte e no ENARTCi, em Ipatinga, também em Minas Gerais.

Espetáculos
Não Lugar e Alívio, com Aretha Maciel
Sábado, 20 de julho, às 20h
Duração: Não Lugar (16 min) e Alívio (35 min)

Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Teatro Cacilda Becker
Rua do Catete, 338 – Largo do Machado
Rio de Janeiro (RJ)
(21) 2265-9933

Projeto contemplado com o Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna 2012

Dia: 20 de julho de 2013
Horário: 20:00
Local: Teatro Cacilda Becker Rua do Catete, 338 – Largo do Machado Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19/07/2013 em Uncategorized

 

Tags: