RSS

Arquivo mensal: setembro 2013

Vanusa na Funarte MG

30-09-2013 – Fátima de Carvalho

 

5571d70dacd0a90f16e0ae80752923eee1cb3e54                                     Vanusa | Foto: Teca Lamboglia

Atualmente em processo de gravação de seu novo CD, intitulado Vanusa Santos Flores, a cantora retorna ao estúdio depois de uma pausa desde o último álbum, Diferente, de 2004. O novo trabalho conta com direção musical assinada por Zeca Baleiro e reunirá, além de faixas autorais, composições inéditas de Zé Ramalho, Vander Lee e do próprio Zeca.

Na Funarte MG, Vanusa fará uma retrospectiva de sua carreira, contando histórias e interpretando sucessos, acompanhada pelo pianista Sérgio Sá. À frente dos bate-papos, estará a jornalista Malluh Praxedes.
Os ingressos estarão à venda uma hora antes das apresentações na bilheteria do local, a preços populares (R$ 5,00 e R$ 2,50). A capacidade do espaço é de 140 lugares.
Carreira
Vanusa começou a carreira aos 16 anos, no interior de Minas, onde vivia. Depois de se apresentar em festas e bailes, foi para São Paulo, onde estreou em 1966 no programa “O Bom”, de Eduardo Araújo, na TV Excelsior. O primeiro sucesso de Vanusa na Jovem Guarda foi “Pra Nunca Mais Chorar” (Carlos Imperial/ E. Araújo). Participou de programas humorísticos de TV e de festivais da canção. Em 1973, gravou seu maior sucesso, “Manhãs de Setembro”, sua e de Mário Campana. Também emplacou “Paralelas”, de Belchior, em 77, entre muitos outros sucessos. Gravou mais de 20 discos ao longo de sua carreira, além de ter participado como atriz de espetáculos como o musical “Hair”, em 1973.
Essa programação faz parte do projeto contemplado pelo Edital de Ocupação do Galpão 1 da Funarte MG/2013.
Dias:
De 1 de outubro a 2 de outubro de 2013
Horário:
19:00 às 20:00
Local:
Funarte MG – Rua Januária, 68 – Floresta – BH/MG.

 

Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30/09/2013 em Brasil

 

O Sesi de Mogi das Cruzes convida para o show Maracatu Vigna Vulgaris

27-09-2013 – Fátima de Carvalho

 

75f79d753b4342e0a862f801a139fb943d5ede4e

 

 

Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 27/09/2013 em Brasil

 

Confira a entrevista exclusiva sobre a estreia da peça Quando As Máquinas Param

27-09-2013 – Fátima de Carvalho

 

http://www.tvmoginews.com.br/tardeshow/index.php?video=44953&pag

 

Fonte: TVMogiNews
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultura
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 27/09/2013 em Brasil

 

O SESI MOGI DAS CRUZES e o NÚCLEO TOADA CONVIDAM PARA O SHOW…..

26-09-2013 – Fátima de Carvalho

 

75f79d753b4342e0a862f801a139fb943d5ede4e

 

 

Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/09/2013 em Brasil

 

Projeto Som em 4 tempos estreia no Complexo Cultural Funarte SP

26-07-2013 – Fátima de Carvalho

Contemplado pelo Edital de Ocupação da Sala Guiomar Novaes 2013, projeto apresentará panorama da música brasileira atual

75f79d753b4342e0a862f801a139fb943d5ede4e                                     Projeto “Som em 4 tempos”, na Sala Guiomar Novaes

O projeto Som em 4 tempos, que estreia no dia 27 de setembro, sexta-feira, foi contemplado pelo Edital de Ocupação da Sala Guiomar Novaes 2013 e tem a proposta de trazer para o Complexo Cultural Funarte SP um panorama da música brasileira atual, marcada por fusões e releituras das obras de outras épocas. A programação, em cartaz até dezembro, divide-se em quatro eixos: “Música, suas sínteses e o novo som”, “Música, memória e nossa cidade”, “Música, poesia e suas narrativas”, “Música, multicultura e outros diálogos”. Composta por apresentações de artistas, oficinas e debates, a programação irá mesclar passado, presente e futuro, revelar memórias e novos talentos, criar diálogos musicais. Confira as atividades da primeira semana:

Toni Ferreira abre a programação do Som em 4 tempos, no dia 27 de setembro, sexta, às 20h. O músico já se apresentou em diversos clubes e bares e, por isso, dialoga com diferentes linguagens. Em parceria com o cantor e compositor paulista Pélico, e com o produtor Jesus Sanchez, ele criou e gravou o álbum “Toni Ferreira”, inspirado na obra “Cinema transcendental” (1979), de Caetano Veloso: “minimalista, cheio de vazios, com poucos elementos”.

Apanhador Só faz três apresentações do show “Antes que tu conte outra” no dia 28 de setembro, sábado, às 16h, às 18h e às 20h. O trabalho é o segundo álbum da banda, que mergulha em discursos políticos e em experimentações sonoras. As composições, em grande parte do vocalista, trazem coautores como o cantor e compositor de Pelotas (RS) Ian Ramil e os músicos David Soares, Rafael Penteado e Martin Estevez (ex-baterista da banda).

No dia 29 de setembro, domingo, às 16h, será realizada a oficina Musiqueduque, com o DJ Dall. O músico tem experiência em ações pedagógicas que utilizam a música com ferramenta. O público-alvo são estudantes de escolas da rede pública de ensino e outras pessoas que se interessem por formação musical.

Projeto Som em 4 tempos
Projeto contemplado pelo edital de ocupação da Sala Guiomar Novaes/2013. Complexo Cultural Funarte São Paulo. Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP. Tel (11) 3662-5177.

Show: Toni Ferreira
Dia 27 de setembro | Sexta, às 20h
Com Toni Ferreira (voz), Richard Ribeiro (bateria), Felipe Faraco (teclado) e Davi Bernardo(guitarra)
Ingressos: R$ 10 (meia: R$ 5). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa
Recomendação etária: livre. Duração: 50 minutos.

Show: Apanhador Só
Dia 28 de setembro | Sábado, às 16h, às 18h e às 20h
Com Alexandre Kumpinski (voz, guitarra e violão), Felipe Zancanaro (guitarra e percussão de sucata), Fernão Agra (baixo, teclado e percussão de sucata) e André Zinelli (bateria e percussão de sucata) | Participação especial de Lorenzo Flach (guitarra)
Ingressos: R$ 10 (meia: R$ 5). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa
Recomendação etária: livre. Duração: 80 minutos.

Oficina: Musiqueduque
Dia 29 de setembro | Domingo, às 16h
Com DJ Dall
Público-alvo: estudantes de escolas da rede pública de ensino e outras pessoas que se interessem por formação musical.
Inscrições pelo site: http://www.burburinhocultural.com.br/s4t.

Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/09/2013 em Brasil

 

Em Louvor à Vergonha na Funarte MG

25-09-2013 – Fátima de Carvalho

 

75f79d753b4342e0a862f801a139fb943d5ede4e                                  Em Louvor À Vergonha | Foto: Ronaldo Jannotti

 

“Em Louvor à Vergonha” mostra Oscar Wilde, em delírio, na última hora de sua vida, a partir de fragmentos cênicos e musicais que revelam passagens marcantes da trajetória do célebre e controverso autor irlandês, do sucesso literário ao trágico julgamento midiático.

Com Diego Bagagal do grupo mineiro Madame Teatro.

Programação faz parte do projeto contemplado pelo Edital de Ocupação da Funarte MG/2013.

Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada).

Informações: 31 3225-7521

Gênero: Teatro Adulto
Classificação: 16 anos
Duração: 50min

Dias: De 26 de setembro a 28 de setembro de 2013
Horário:20:00 às 20:50
Local:Funarte MG – Rua Januária, 68 – Floresta – BH/MG


Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 25/09/2013 em Brasil

 

Sala Nordeste recebe a mostra ‘O Corpo na Arte Africana’, com entrada gratuita

25-09-2013 – Fátima de Carvalho

 

140 obras, de diversas partes do continente africano, ficarão expostas até outubro

b63af6f1d890d832b845914a29faa5f237b2da06

 

A exposição O Corpo na Arte Africana chega à Sala Nordeste da Fundação Nacional de Artes – Funarte, no próximo sábado, dia 21 de setembro, às 15h. Composta por 140 obras produzidas por 50 etnias, a mostra é dividida em cinco módulos: “Corpo individual & Corpos múltiplos”; “Sexualidade & Maternidade”; “A modificação e a decoração do corpo”, “O corpo na decoração dos objetos” e “Máscaras como manifestação cultural”. Retratar a relação entre arte, ciência e saúde é uma das propostas da exposição, que fica em cartaz até 30 de outubro, de segunda a domingo, com entrada gratuita. A Sala Nordeste funciona dentro da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE/MinC), no Recife (PE).

Atividades lúdicas e educativas também serão realizadas durante o período da mostra. Em Tesouros da África, o público poderá se familiarizar com a diversidade e a identidade nas culturas africanas e sua influência nas culturas ocidentais. Estão na programação, ainda, debates sobre temas transversais à saúde da população negra, e sobre violência, racismo e intolerância religiosa como determinantes sociais de saúde.

A mostra é promovida pelo Museu da Vida (Casa de Oswaldo Cruz), Instituto Oswaldo Cruz (IOC) e  presidência da Fiocruz. Em Pernambuco, a exposição conta com o apoio da Funarte e da Representação Regional Nordeste do MinC, além da Fiocruz Pernambuco. “A decisão de trazermos esse evento para o Recife tem dois objetivos: estimular nossos pesquisadores e alunos a levarem em consideração, quando possível, a questão da raça/cor nos seus trabalhos e pesquisas, e aproximarmos ainda mais a nossa instituição da comunidade pernambucana”, explicou Rita Vasconcelos, chefe da Ascom da Fiocruz Pernambuco, uma das responsáveis pela vinda das peças para o estado.

Grupos escolares podem participar de visitas guiadas, de segunda a sexta-feira, e fazer o agendamento através do telefone (81) 2101-2528. Até novembro, mais dois estados serão contemplados com a mostra O Corpo na Arte Africana: Paraíba (PB) e Rio Grande do Norte (RN).

Saiba mais sobre a exposição

Módulo Corpo individual & Corpos múltiplos – mostra que, muitas vezes, uma estátua não representa um homem ou uma mulher, mas um ser humano completo, com uma parte física e uma parte espiritual. As peças de corpos múltiplos simbolizam a complementaridade dos dois gêneros na reprodução dos humanos e também a cooperação nas atividades humanas, como agricultura, coleta, pesca ou caça.

Módulo Sexualidade & Maternidade – as peças indicam que a sexualidade entre os povos africanos é bastante associada à fertilidade, o que explica a presença, em diversas etnias, de esculturas simbolizando o “casal primordial”, que teria dado origem a cada linhagem. Já representações associadas à maternidade, abundantes na arte africana, demonstram a importância da fecundidade para a mulher.

Módulo A modificação e a decoração do corpo – aborda as diversas intervenções, perenes ou temporárias, que o homem faz no corpo enquanto objeto a ser esculpido. Algumas dessas intervenções corporais funcionam como marcas de pertencimento a uma tribo, a uma classe ou estão ligadas ao status do indivíduo no grupo.

Módulo O corpo na decoração dos objetos – mostra que as representações humanas em desenhos, entalhes e esculturas ornamentam vários objetos e utensílios africanos, como instrumentos musicais, cetros, mobiliário, portas, cachimbos, colheres e recipientes. Além da decoração, esses objetos especiais dão prestígio ao dono e muitas vezes refletem a posição hierárquica que ele ocupa.

Módulo Máscaras como manifestação cultural – aborda o significado de algumas máscaras, que, ao cobrirem o corpo humano ou uma de suas partes, transformariam aqueles que as vestem na encarnação de divindades ou ancestrais.

Serviço:
Exposição O Corpo na Arte Africana
Entrada gratuita
Período: De 21 de setembro a 30 de outubro
Dias e horários: Segunda a sexta-feira, das 10h às 18h / Sábados e domingos, das 15h às 20h.
Local: Sala Nordeste de Artes Visuais, da Fundação Nacional de Artes (Funarte) – Rua do Bom Jesus, 237 – bairro do Recife – Recife (PE)
Agendamento de visitas guiadas para estudantes através do telefone: (81) 2101-2528
Informações: (81) 2101-2511

Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 25/09/2013 em Brasil