RSS

Arquivo mensal: maio 2014

2ª edição da mostra de teatro Tiradentes em Cena de 16/5 a 24/5 · Rio de Janeiro, RJ

19-05-2014 – Fátima de Carvalho

 

1400089827_bibi_ferreira_2

 

2ª edição da mostra de teatro Tiradentes em Cena começa nesta sexta-feira, 16, e recebe peças do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo

Evento terá abertura com Mirian Freeland e Roberto Bomtempo, que apresentará o musical Raul Fora da Lei, sábado, em praça pública. Evento segue até o dia 24. 

Nesta sexta-feira, 16, será dada a largada para a segunda edição da mostra de teatro Tiradentes em Cena, que este ano receberá 28 espetáculos dos mais diversificados gêneros, além de intervenções cênicas, oficinas e palestras. O evento é totalmente gratuito e terá um palco montado na praça principal da cidade, além do teatro do SESI Centro Cultural Yves Alves e outros espaços alternativos até o dia 24 de maio com atrações diárias. 



A abertura acontecerá na sexta-feira às 19h com apresentação do casal de atores Miriam Freeland e Roberto Bomtempo e em seguida será apresentado o bem criticado espetáculo “Calango Deu”, com Suzana Nascimento. No sábado às 10h o público infanto-juvenil será agraciado com a peça “Bicho do Mato”, do grupo carioca Tapetes Contadores de Histórias, apresentado no jardim do SESI Centro Cultural Yves Alves. Logo em seguida, às 11h, a Trupe Gaia, de Belo Horizonte, apresenta o infantil “Palhacita Vai à Praia” na Estação de Trem Maria Fumaça.



À tarde, às 17h, a atriz e diretora carioca Helena Contente apresenta o solo “Se faz caminho ao Andar” no Sobrado Aimorés. O espetáculo explora a narração de histórias se valendo da oralidade, de recursos corporais e manipulação de objetos e figurinos. Em seguida, às 18h, o SESI Centro Cultural Yves Alves recebe o espetáculo paulista “Eu vi o sol brilhar em toda sua glória”, encenado pelo ator indicado ao Prêmio Shell de Teatro João Paulo Lorenzon. 



À noite ficará por conta da estreia do Palco Praça que promete sacudir a cidade com a apresentação do musical Raul Fora da Lei, de Roberto Bomtempo, em que conta a história do Maluco Beleza Raul Seixas. A peça estreou há 15 anos em solos cariocas e agora retornar para uma única apresentação à pedido da curadoria da mostra. 



O domingo terá início às 11h com a performance “Homem Produto”, do grupo carioca Urbitantes, dirigido por Tatiana France. A apresentação que se utiliza do teatro, dança, música e artes plásticas para abordar questões importantes como o lixo produzido nas grandes cidades, terá início na Estação da Maria Fumaça e segue até a praça principal da cidade. 

Às 16h o Palco Praça recebe o infantil “Uma peça como eu gosto”, dirigido por Lúcio Mauro Filho e Duda Maia. O espetáculo idealizado pela companhia carioca Histórias pra Boi Dormir reúne histórias de Shakespare e a tradicional cultural popular, se utilizado da linguagem do teatro de boneco, música e contação de história. 
Às 20h o ator Gustavo Rodrigues interpreta nada menos que 38 personagens no premiado espetáculo “Billdog”, escrito pelo inglês Joe Bone. O final de semana termina com a apresentação do espetáculo “Acorda Amor, às 22h, no Sobrado Aimorés. 

CEMIG e SESI apostam no Tiradentes em Cena

A segunda edição do Tiradentes em Cena conta novamente com o patrocínio da Cemig e este ano ganhou um novo patrocinador, o SESI/DN. Ambas instituições acreditaram na iniciativa do evento em propagar a cultura e tornar Tiradentes uma referência nas artes cênicas, assim como o Governo de Minas, SESI/FIEMG, a Prefeitura Municipal de Tiradentes, Localiza, locadora oficial do evento, a ASSET (Associação Empresarial de Tiradentes) e o grupo Tiradentes Mais. 

– Tivemos uma avaliação muito positiva não só dos moradores da cidade, como também de toda a rede hoteleira e gastronômica de Tiradentes, o que prova que estamos no caminho certo e a vocação da cidade para eventos de qualidade – diz Aline Garcia.

onde fica: Tiradentes (MG)
quando ir: 16/5/2014 a 24/5/2014
quanto custa: Gratuito
website: www.tiradentesemcena.com.br

Fonte: overmundo
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19/05/2014 em Brasil

 

Encontros Poéticos em Porto Alegre

19-05-2014 – Fátima de Carvalho

 

paulo_scott_0-696x358Com seis livros publicados, Paulo Scott lançou seu último romance,
Ithaca Road, em 2013. (Foto: Caio Palazzo/Itaú Cultural)

Normalmente gravado em São Paulo, na sede do Itaú Cultural, neste mês o Encontros Poéticos ganha duas edições. Uma delas aconteceu no último dia 6, com Fabiana Cozza, no instituto. A próxima será realizada em Porto Alegre, durante a FestiPoa (Festa Literária de Porto Alegre), no dia 22 de maio, às 20 horas. O poeta e agitador Sérgio Vaz convida Paulo Scott.

Escritor gaúcho que vive atualmente no Rio de Janeiro, Paulo Scott possui seis livros publicados, entre eles Histórias Curtas para Domesticar as Paixões dos Anjos e Atenuar os Sofrimentos dos Monstros (2001), Habitante Real (2011) e Ithaca Road (2013).

Encontros Poéticos é um programa de web-rádio gravado no Itaú Cultural, com a presença do público, que tem como objetivo valorizar a palavra e o universo da poesia. Sérgio Vaz convida músicos, poetas, produtores e artistas em geral e promove leituras de textos em meio a um bate-papo descontraído com seus convidados.

Sérgio Vaz é poeta, criador da Cooperifa e autor dos livros Colecionador de Pedras Antropofagia Periférica. Na aba Vídeos, assista à entrevista que ele concedeu ao Jogo de Ideias, em que trata do sarau da Cooperifa, sua formação e seus objetivos. Confira também a mesa de debates Palavras das Ruas, da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), da qual foi mediador, e um trecho do espetáculo Pedras Não Falam Mas Quebram Vidraças, realizado por ele e pelo escritor Ferréz para o programa AuTORES EM CENA.

Encontros Poéticos com Paulo Scott
quinta 22 de maio de 2014
às 20h
Goethe-Institut Porto Alegre
Rua 24 de Outubro, 112
Entrada franca

Fonte: Itaú Cultural
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19/05/2014 em Brasil

 

Difusão Rumos Dança em Florianópolis

19-05-2014 – Fátima de Carvalho

 

013302280318-696x358 A Balangandança Cia., de Georgia Lengos, apresenta “Ninhos” (Foto: Gil Grossi/Divulgação)

 

Nos dias 22 e 23 de maio, a Difusão Rumos Dança chega a Florianópolis para o Festival Múltipla Dança, com duas performances selecionadas na última edição do programa Rumos Itaú Cultural. A Balangandança Cia. apresenta Ninhos no Parque Ecológico do Córrego Grande nos dois dias e, no dia 23, Michelle Moura traz sua criação Fole à Casa das Máquinas.

Ninhos, espetáculo contemplado pelo programa Rumos Itaú Cultural 2012-2014, parte da ideia do lugar onde tudo começa e para onde tudo pode retornar. Imagens e poesias de movimento apresentam “ninhos” como lugar de apoio e base para voos, descobertas, passeios. Brincadeiras de criança confundem-se com movimentos de animais, remetendo à similaridade entre movimentações de diferentes espécies. Nesse jogo, os ninhos são os espaços de recolhimento onde são fortalecidas relações mais sutis, íntimas e subjetivas, tão importantes para a criança. A performance, ainda em processo de criação, tem a intenção de aproximar a criança de uma dança contemporânea focada principalmente no corpo e no movimento, colocando a presença da natureza desse corpo/ninho em evidência.

Balangandança Cia., dirigida por Georgia Lengos, pesquisa e cria dança para crianças há 17 anos. Um trabalho continuado e pioneiro que articula a pesquisa de linguagem corporal e estética com propostas didáticas, resultando em uma concepção específica sobre o assunto. Nela, o corpo, o brincar, a reflexão e o respeito pela criança são eixos norteadores. A Balangandança também realiza diversas ações que fomentam a produção e a discussão na área.

Fole é uma performance de dança construída improvisadamente no palco por meio de movimentos. Como num feedback em que estímulos produzem atualizações constantes, o espetáculo se faz por encadeamentos: movimentos produzem ar, som e emoção; controle que gera espontaneidade; rítmicas que criam palavras, que criam sensações e vibrações.

Michelle Moura é performer e coreógrafa. Suas últimas criações são Cavalo (2010) e Big Bang Boom(2012), nas quais desenvolve estratégias para responder temporariamente à pergunta: “O que move um corpo?”. Foi cofundadora e integrante do extinto Couve-Flor Minicomunidade Artística Mundial. Estudou na Casa Hoffmann, em Curitiba, e na Essais (Centro National de Danse Contemporaine d’Angers), na França. Atualmente é mestranda em coreografia pela Theaterschool, em Amsterdã.

Difusão Rumos Dança em Florianópolis – Ninhos, de Balangandança Cia.
quinta 22 e sexta 23 de maio de 2014
às 16h
duração: 40 min (aproximadamente)
Parque Ecológico do Córrego Grande – 600 pessoas

Entrada franca
[livre para todos os públicos]

Parque Ecológico do Córrego Grande (Horto) | Rua João Pio Duarte Silva 535 Córrego Grande Florianópolis SC
informações 48 3234 3522 | 48 3338 0021 | 48 3234 6049

 

Difusão Rumos Dança em Florianópolis – Fole, de Michelle Moura
sexta 23 de maio de 2014
às 21h
duração: 30 min (aproximadamente)
Casa das Máquinas – 93 lugares

Entrada franca – os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência
[classificação indicativa: 14 anos]

Casa das Máquinas | Praça Bento Silvério/Rua Henrique do Nascimento 50 Lagoa da Conceição Florianópolis SC
informações 48 3232 1514

Fonte: Itaú Cultural
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19/05/2014 em Brasil

 

SHAKESPEARE NO PAPEL de 15/5 a 25/5 · Brasília, DF

15-05-2014 – Fátima de Carvalho

 

1399575394_shakespeare_no_papel_creditos_rui_rodrigues_om

 

Contemplado com o prêmio de teatro Myriam Muniz 2013 e com o patrocínio do FAC – Fundo de Apoio à Cultural da Secretaria de Estado de Cultural do GDF, o Grupo de Teatro Celeiro das Antas apresenta:


SHAKESPEARE NO PAPEL

Espetáculo com direção de José Regino, em cartaz nos Espaços Lieta de Ló, em Planaltina, de 15 a 18/05, e depois no Imaginário, em Samambaia, de 22 a 25/05, conta as aventuras entre seres elementais, vindos de um mundo fantástico, com seres reais, numa versão de 90 minutos da obra de Shakespeare “Sonhos de uma Noite de Verão”.


Shakespeare no Papel, adaptado da comédia fantástica do dramaturgo, aborda o amor através de quatro histórias que se desenrolam numa noite de verão, quando equívocos e desencontros geram situações cômicas, é encenado por bonecos e atores de forma complementar. A experiência do Celeiro das Antas, com seus mais de 22 anos de trajetória, em realizar espetáculos para crianças, os dá a segurança de montar um espetáculo onde bonecos e atores contracenam, porém, este é para adultos, “nosso primeiro em sete anos, depois de termos montado Saída de Emergência”, conta o diretor.

Ter o papel como matéria prima para contar as aventuras e desventuras das personagens shakespearianas de Sonho de Uma Noite de Verão, foi a estética escolhida por José Regino para trazer à cena as metáforas dos universos abordados nessa comédia. “Desde o cenário aos bonecos manipulados em cena pelos atores, tudo é feito de papel”, conta, e descreve “a iluminação das cenas faz surgir sombras nas dobraduras, colagens e pinturas dando vida ao universo lúdico e mágico das histórias”.

O cenário simples, leve e funcional, que traz acoplado a ele tanto os objetos de cena quanto a luz do espetáculo, foi pensado para atender às necessidades da encenação mais do que para ilustrar os ambientes onde as aventuras se desenrolam, “o texto de Shakespeare narra com tanta clareza, que as falas das personagens indicam, descrevem, o ambiente em que as historias acontecem”, justifica Zé Regino.

A vontade do diretor em trabalhar essa estética num grande clássico da dramaturgia, aliada a uma trilha original e executada ao vivo, vem desde sua primeira experiência com a montagem de “As aventura de Ciruela”, em 2012. “O texto deste espetáculo é 100% de Shakespeare, o que fizemos foram alguns cortes para a história ser contada em 90 minutos, porém, tivemos o cuidado os fazer sem perder a poética Shakespeariana, preservando a riqueza das relações humanas”, conta Regino.


As historias: Os preparativos do Casamento do Duque de Atenas Teseu com a rainha das Amazonas Hipólita; a história dos jovens enamorados Hérmia que ama e é amada por Lisandro, que é cortejada e prometida para Demétrio, que por sua vez, é o motivo da paixão de Helena; a história da companhia de teatro formada por um grupo de artesãos que resolvem montar uma tragédia cômica para concorrer ao concurso que escolherá a peça que será encenada na festa do casamento do Duque; e, a história de Titánia e Oberon, rainha das fadas e rei dos duendes, que estão em crise conjugal. Essas histórias se cruzam tendo como ambiente uma floresta.

 

onde fica: Espaço Lieta de Ló (Rua Hugo Lobo, Qd. 46 Nº 790 lote 3ª, Planaltina)
Dias: De 15 a 18/05.
Informações: 9654 7815.
Lotação: 40 pessoas.

Espaço Imaginário (QS 103, Conj. 5, Lt. 05, Samambaia Sul)
Dias: de 22 a 25/05.
Informações: 3458 7698.
Lotação: 40 pessoas.

Horários: De quinta a sábado, às 21h, e domingo, às 20h.
Duração: 90 minutos.
Classificação indicativa: Livre
Quando ir: 15/5/2014 a 25/5/2014
Quanto Custa: R$ 10 (meia)
website: www.celeirodasantas.art.br
contato: (61) 8137.9938

 

Fonte: overmundo
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 15/05/2014 em Brasil

 

Caravana Brasil Instrumental em Mogi das Cruzes de 15/5 a 18/5 · Mogi das Cruzes, SP

15-05-2014 – Fátima de Carvalho

 

1399922338_caravanabrasilinstrumentalmogidascruzes                                                                                       Caravana Brasil Instrumental

 

A circulação da música instrumental brasileira é o foco do projetoCaravana Brasil Instrumental, que está ocupando espaços públicos como praças e teatros de 5 cidades do interior e litoral do estado de São Paulo.

Após apresentações em Ilhabela, São Luiz do Paraitinga e Caraguatatuba, com Zeli Silva Quinteto, Tuto Ferraz Funky Jazz Machine, Carlinhos Antunes e Orquestra Mundana, Mutrib, André Juarez e Le Petit Comité, Gafieira do Pinheiro João Macacão e Conjunto Paulistano, Duo Alessando Penezzi e Alexandre Ribeiro, Orquestra Poin, Gafieira do Pinheiro e Marquinho Mendonça e Banda em Órbita a Caravana segue para a Mogi das Cruzes, transformando a cidade em um dos grandes palcos de choro no Brasil. 

20 artistas | 5 cidades | 100 músicos | Democratização do Acesso | Formação de público | Acessibilidade | Circulação da música Instrumental

MOGI DAS CRUZES | Theatro Vasques
15/mai – 20h – Roda de Choro do Seu Julinho
15/mai – 20h30 – João Macacão e Conjunto Paulistano
16/mai – 20h30 – Panorama do Choro
17/mai – 20h:30 – Izaias e seus Chorões
18/maio – 19h – Zé Barbeiro Quinteto

Dia 15 de Maio | 20h | Roda de Choro do Seu Julinho – Abertura

Dia 15 de Maio | 20h30 | João Macacão e Conjunto Paulistano
João Macacão, nascido João Nicolau de Almeida, é considerado uma das figuras mais marcantes da seresta, samba e choro da atualidade, bem como uma dos maiores virtuoses no violão 7 cordas no Brasil. Acompanhou por mais de 20 anos o seresteiro Silvio Caldas e já tocou ao lado de grandes cantores e músicos como Orlando Silva, Altamiro Carrilho e Paulo Vanzolini. Neste show apresenta, acompanhado do Conjunto Paulistano, um repertório homenageando os grandes chorões do Brasil como Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Esmeraldino Salles. 

Dia 16 de Maio | 20h30 | Panorama do Choro
Com o objetivo de registrar e divulgar a expressão atual do gênero, os percussionistas e pesquisadores Yves Finzetto e Roberta Valente criaram o PANORAMA DO CHORO PAULISTANO CONTEMPORÂNEO. Reunindo instrumentistas de diferentes gerações, o projeto representa a produção atual do Choro paulistano com músicas compostas ou selecionadas especialmente para o disco de mesmo nome, interpretadas por seus compositores e pelo Sexteto Panorama – Alexandre Ribeiro, João Poleto, Gian Corrêa, Henrique Araújo, Roberta Valente e Yves Finzetto.

Dia 17 de Maio | 20h30 | Izaías e seus Chorões
História viva e verdadeira lenda do Choro brasileiro, Izaías e seus Chorões é o grupo mais antigo de São Paulo em atividade, oriundo do tradicional Conjunto Atlântico de Antônio Dauria (um dos preferidos de Jacob do Bandolim). Tem como objetivo principal a preservação do Choro tradicional, conservando suas raízes, apresentam repertório variado com composições do final do século XIX até os dias atuais, de autores como Joaquim Antônio da Silva Callado, Jacob do Bandolim, Waldyr Azevedo, Garoto e músicas próprias. 


Dia 18 de Maio | 19h | Zé Barbeiro Quinteto
Zé Barbeiro Quinteto surgiu em 2013 com o desafio de interpretar a obra do tradicional chorão, Zé Barbeiro, com uma formação instrumental do Jazz. O grupo tem a proposta de fazer choro, mas experimentar uma aproximação com linguagem do Jazz, não só na formação instrumental, mas também misturando a leitura da obra de um dos compositores mais criativos e autênticos do choro contemporâneo de São Paulo.

A Caravana Brasil Instrumental é uma realização da Pôr do Som Produções Culturais, conta com o patrocínio da SETAL Óleo e Gás, através da lei Rouanet, Ministério da Cultura e Prefeitura.

 

onde fica: Theatro Vasques
quando ir; 15/5/2014 a 18/5/2014
quanto custa: Entrada Franca
website: www.pordosomcultural.com.br
contato: contato@pordosom.com.br

 

Fonte: overmundo
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15/05/2014 em Brasil

 

FIT BH 2014, na Funarte MG

10-05-2014 – Fátima de Carvalho

 

1418d9f21998f18d95b6b36212be675c53fa245e                                                                     John e Joe | Foto: Bruno Vilela

JOHN  & JOE

Espaço Alternativo
Grupo: Grupo Trama de Teatro/Contagem -MG
Gênero: Tragicomédia
Texto: Agota Kristóf
Direção: Eid Ribeiro
Elenco: Carlos Henrique, Chico Anibal e Epaminondas  Reis
Duração: 1h10min
Classificação etária: 12 anos

O texto inédito da húngara naturalizada suíça Ágota Kristof, traz uma discussão sobre o poder corrosivo do dinheiro. É num inusitado bar que John e Joe encontram-se diariamente. Embalados por muitos goles de conhaque e muita música, eles levam e são levados pela rotina da vida. Na ânsia de garantir o gole de cada dia, perdem-se entre golpes e falsas espertezas. Quando a sorte dá as caras, esse acontecimento pode mudar o rumo dessa amizade… ou não.

Sobre o grupo

O Grupo Trama de Teatro foi fundado em 1998, em Belo Horizonte, MG. A atuação do Trama pauta-se pela criação de espetáculos e pelo desenvolvimento de projetos além-palco, com atividades de intercâmbio e valorização da cultura popular. Desde 2008, o Trama mantém sua sede com portas abertas à comunidade, proporcionando uma programação de apresentações de espetáculos, oficinas e encontros. Atualmente a sede do Grupo localiza-se na cidade de Contagem – MG – o Espaço Trama Contagem.
Dentre as principais criações do Grupo, estão os espetáculos: ABRACADALIVRO, direção de Glicério Rosário; O HOMEM DA CABEÇA DE PAPELÃO, direção de Marcelo Bones (Prêmios SINPARC /BONSUCESSO de melhor espetáculo, melhor direção e  melhor iluminação);TABU,direção de Gustavo Bartollozzi; OS TRES PATETICOSdireção de Eid Ribeiro; O PASTELÃO,direção de Eid Ribeiro e Trama; e JOHN & JOE, direção de Eid Ribeiro (Prêmio SATED de melhor ator para Chico Aníbal e de melhor direção Eid Ribeiro.;  Prêmio SINPARC USIMINAS de melhor ator coadjuvante para Carlos Henrique).

Valor do ingresso: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

Informações: (31) 3277.4203
dayse.belico@pbh.gov.br

Dias: De 13 de maio a 14 de maio de 2014
Horário: :20:00 às 21:10
Local: :Funarte MG – Rua Januária, 68 – Centro – BH/MG
Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10/05/2014 em Brasil

 

‘Olga, a Pulga’ – na Funarte MG

07-05-2014 – Fátima de Carvalho

 

f0f92fd4e65cf4f87699bb9f0e13e75d89bc230e                                                                 Olga, a Pulga | Foto: Giuliana Cerchiari

A palhaça Guadalupe vai divertir crianças e adultos que comparecerem à Funarte MG de 8 a 11 de maio. Ela é a estrela da produção paulista que estreia em Belo Horizonte, “Olga, a Pulga”. O espetáculo solo é protagonizado por Tereza Gontijo e dirigido por Anderson Spada.

Numa esquina de uma rua comum, encontra-se uma grande lata de lixo. Dentro dela, vive uma moradora peculiar: Guadalupe, uma palhaça que fora uma grande artista circense e que agora realiza seu espetáculo com os elementos que tem à mão. A história retrata o cotidiano da dupla, do despertar à busca por comida, até a apresentação do grande número de corda bamba. O cenário comum se torna extraordinário com a ressignificação de elementos como papelão, sacolas plásticas e uma trena.

“Olga, a Pulga” será apresentado na quinta às 14h30, e na sexta às 09h30, para alunos das escolas públicas. Já no sábado e no domingo, às 16h, será para o público em geral, com ingressos R$5,00 (inteira) e R$2,50 (meia). A atração faz parte da programação do Projeto “Ocupação 3.0 – De Lá pra Cá”, da Cia. Drástica de Artes Cênicas, em parceria com a UMA Companhia, vencedor do Edital de Ocupação do Galpão 3 – Funarte MG/2014.

OLGA, A PULGA – COM TEREZA GONTIJO

De 08 a 11 de maio – quinta a domingo
Quinta às 14h30 e sexta às 09h30 – gratuito para escolas públicas
Sábado e domingo às 16h – ingressos: R$5,00 (inteira) e R$2,50 (meia)

Informações: (31) 3214-3258
www. Ocupacaodelapraca.com.br

Dias: De 10 de maio a 11 de maio de 2014
Horário: 16:00 às 16:55
Local: Funarte MG – Rua Januária, 68 – Centro – BH/MG.  

Fonte: Funarte
Facebook: Teatro Caetanno’s Agenda Cultural
Twitter: Teatro Caetanno’s
 
Deixe um comentário

Publicado por em 07/05/2014 em Brasil